Huawei prepara smartphone dobrável de baixo preço para combater o Galaxy Z Flip e Motorola Razr

Filipe Alves
Comentar

O Samsung Galaxy Z Flip e Motorola Razr 2019 são provavelmente os smartphones que mais criaram impacto no mercado nos últimos tempos. Ao que parece a Huawei prepara-se para combater no mesmo patamar.

Ao que parece, a marca asiática está a trabalhar num smartphone dobrável "concha" para combater o Samsung Galaxy Z Flip e Motorola Razr 2019.

Huawei trará um smartphone dobrável "concha"

smartphone dobrável

O CEO da empresa Display "Supply Chain Consultants" referiu numa entrevista (que podes ver abaixo no minuto 5) que a Huawei está prestes a atacar um novo mercado com um smartphone dobrável com um preço competitivo.

De acordo com as suas informações, a única peça que está a faltar no puzzle é um ecrã fino e de qualidade para que seja introduzido no tal smartphone.

"Esperamos que a Huawei procure um modelo dobrável em concha, e acreditamos que eles estão a lutar para encontrar uma solução de ecrã ultra-fino para esse equipamento. Esperamos que eles façam um modelo dobrável ainda este ano e tenham preços bastante agressivos (...) este poderá ser o próximo grande produto no segmento dobrável".

Samsung Galaxy Z Flip e Motorola Razr 2019 falham apenas no preço

Pessoalmente, tenho de admitir que sou um eterno apaixonado pelo Motorola Razr 2019. Ainda que, na minha opinião, o Samsung Galaxy Z Flip seja muito mais elegante, o Razr traz aquela nostalgia que tanto gostamos.

Ainda assim, com preços bem acima dos 1400€ não me parece que este seja a melhor solução para alguém. A não ser que adore tecnologia e não tenha muito que fazer ao dinheiro.

Em suma, seria interessante ver a Huawei entrar neste mercado. Quero acreditar que este tipo de formato é o futuro de smartphones e tal só acontecerá se tivermos mais concorrência no setor.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.