"Guerra contra a Huawei vai provocar prejuízos massivos na indústria", afirma CEO americano

António Guimarães
Comentar

John Neuffer é o CEO da Associação Americana da Indústria de Semicondutores, um dos corpos que serão mais afetados pela guerra comercial que está a acontecer entre a China e Estados Unidos. Neuffer afirmou recentemente durante uma entrevista que as contínuas restrições aos negócios chineses vão ter sérias repercussões na indústria.

A indústria dos semicondutores é importante, pois constitui uma parte chave do desenvolvimento de processadores. Com as restrições aplicadas à TSMC (uma das maiores fornecedoras da Huawei) e a outras empresas chinesas, o prejuízo será enorme, prejudicando a economia americana.

fssfdg

O CEO insiste que a venda de componentes não sensíveis às empresas chinesas é benéfico para o desenvolvimento da indústria. Adicionalmente, Neuffer afirma que estes negócios são essenciais para que a economia nos Estados Unidos se mantenha de pé.

Com a pandemia de COVID-19, a economia americana não está a atravessar um dos seus melhores momentos. Com estas restrições de negócio, a situação só tem tendência a piorar.

China acusa os Estados Unidos de abuso de poder

Zhao Lijian, o ministro de assuntos estrangeiros da China, afirma que o que os Estados Unidos estão a fazer é um abuso de poder total. Lijian acrescenta que os Estados Unidos generalizaram o conceito de segurança nacional, de forma a poder justificar as medidas restritivas contra a Huawei e as empresas chinesas.

A Huawei está atualmente proibida de utilizar serviços Google, limitada à compra de componentes de processadores e até mesmo as atualizações do Android estão em risco de desaparecer. A situação não está nada fácil para a gigante chinesa, que outrora estava quase a conquistar o 1º lugar no mundo dos smartphones.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.