Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Google usa este truque para vender smartphones e gadgets na Amazon

Rui Bacelar
Comentar

A Amazon não é propriamente a melhor loja para adquirir produtos da Google. A rivalidade entre ambas as gigantes norte-americana é bem conhecida e raramente encontramos smartphones Google Pixel, por exemplo, na Amazon.ES. No entanto, a Google tem aplicado um "truque" para escapar aos radares da Amazon. Poderá, contudo, a gigante das pesquisas estar apenas a preparar-nos para o "fim" do Android e gradual transição para o Fuschia OS?

Podemos encontrar atualmente na Amazon Store da Google os "Dispositivos com Google". Ao mesmo tempo também temos o telemóveis como o "Smartphone marca Google" com alguns dos Pixel 6 à venda na filial espanhola da Amazon. Por via da regra, em quantidades limitadas e nem sempre disponíveis.

Smartphone marca Google vs Made by Google e apps Android

Google Pixel 6
O smartphone Google Pixel 6 custa desde 625 € na Amazon.ES

Importa notar que os produtos desta marca costumam ser apelidados de "Made by Google". Porém, na filial espanhola os produtos estão agora batizados de "Smartphone marca Google". Internacionalmente encontramos a designação "Devices with Google".

Ora, afinal o que muda, e qual a importância desta designação distinta? Aparentemente, faz toda a diferença segundo apurou a publicação 9to5Google. Segundo apurou esta publicação, ao catalogar os seus telefones com esta nomenclatura mais genérica, os seus Pixel já "passam pelo filtro da Amazon".

Google
As quatro fabricantes destacadas pela Google na plataforma Amazon.com.

Por exemplo, na Amazon.com (norte-americana), encontramos a página Devices with Google. Aí encontramos uma variedade de marcas desde a Samsung, Motorola, OnePlus e também os Pixel. Para além disso, não vemos qualquer referência às apps Android, ou expressamente à palavra Android.

Todos os smartphones Android trazem as "apps da Google"

Google advertises its apps (over 'Android') in Amazon store with curious major OEM descriptions https://t.co/BvSIBxktwx by @technacity

— 9to5Google (@9to5Google) 17 de julho de 2022

Em vez disso, é utilizada a nomenclatura e expressão "Google apps" em vez das típicas apps Android. Mais uma vez, são pequenos detalhes que têm ajudado a Google a expandir a sua presença na maior loja online do mundo e a definir o seu papal fulcral nos smartphones Android.

Este é o ponto que a Google quer transmitir. A tecnológica quer garantir que os consumidores sabem quem é que cria e desenvolve as principais apps do Android. Em suma, praticamente não vemos a palavra Android nos produtos Google disponíveis na Amazon, tampouco na sua página na Amazon norte-americana.

Será isto um prelúdio para a introdução do Fuchsia OS, o suposto sucessor do Android? Ou será uma forma de os produtos Google terem maior destaque e prevalência na plataforma da Amazon?

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com