Google Pixel 5 tem um desempenho muito aquém daquilo que se esperava

Carlos Oliveira
Comentar

Embora o Google Pixel 5 seja o melhor smartphone comercializado pela empresa este ano, este não é um topo de gama como em anos anteriores. Isto porque a Google decidiu colocar um Snapdragon 765G no interior do smartphone.

Essa opção já deixou muitos utilizadores reticentes acerca do Pixel 5 e as recentes conclusões da GSMArena vêm piorar ainda mais a situação. Testes de benchmark feitos a duas unidades do Google Pixel 5 revelam que este vem com um Snapdragon 765G com menor desempenho que o que deveria.

Google Pixel 5 conta com um Snapdragon 765G com menor desempenho

Nos testes realizados pelo pessoal da GSMArena, conclui-se que o Google Pixel 5 cumpre com as expectativas quando analisados os seus resultados em single-core. Todavia, a história é completamente diferente quando observados os resultados em multi-core.

Pixel 5 benchmark

Neste capítulo, o Google Pixel 5 ficam muito aquém de outros rivais com o mesmo processador. No gráfico acima, pode ver-se que o equipamento está mais próximo do desempenho do Pixel 4a que do OnePlus Nord.

A mesma tendência verifica-se nos resultados obtidos no desempenho gráfico do Pixel 5. Uma vez mais, o smartphone da Google está longe de igualar os resultados obtidos pelo OnePlus Nord e outros modelos com o Snapdragon 765G.

Resta saber o que terá motivado a Google a incluir uma versão menos otimizada do Snapdragon 765G no seu smartphone. Talvez tenha sido por questões de eficiência energética ou porque simplesmente queria um processador que lhe oferecesse compatibilidade com redes 5G.

Infelizmente, esta não é a primeira vez que a Google opta por versões menos otimizadas de alguns processadores para os seus equipamentos. O mesmo já foi feito no modelo original e ainda no ano passado a empresa dispensou o Snapdragon 855+ para nos oferecer a versão "normal" do processador da Qualcomm.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.