Google manda nova farpa à Apple com a apresentação dos Pixel 7

Rui Bacelar
Comentar

A tão aguardada apresentação "Made by Google" deu-nos a conhecer uma nova gama de smartphones Android, smartwatch, auriculares Bluetooth, e até um novo tablet para o lar IoT a chegar em 2023.

Foi a oportunidade perfeita para conhecer os mais recentes avanços e desígnios da Google, com a tecnológica norte-americana a aproveitar a ocasião para lançar algumas farpas à rival, Apple.

Ainda que o destaque repouse, e com todo o mérito, nos Google Pixel 7 e no seu novo (belíssimo) smartwatch, a Google deixou mais alguns recados à Apple.

É uma velha rivalidade que encontrou no padrão de comunicações RCS (as novas SMS's) uma motivação perfeita para este trocadilho de "culpas" entre as empresas.

Palco dos novos Pixel 7 foi aproveitado pela Google para dar a dica à Apple

O esforço de adoção do padrão de comunicações RCS, as novas SMS's de texto, com funcionamento agora similar ao que encontramos, por exemplo, no WhatsApp, tem sido um dos bastiões da Google.

O novo formato permite-nos, por exemplo, reagir (com emojis) às mensagens recebidas no nosso telemóvel, presente já no universo Android há vários meses. Porém, a Apple rejeita a possibilidade de abrir o seu sistema e plataforma iMessage a tal pedido.

Em simultâneo, a Apple continua a promover o seu serviço proprietário, como ainda recentemente Tim Cook fez questão de vincar. Não obstante, a Google acredita que o padrão RCS será o futuro para as comunicações de texto em qualquer sistema operativo.

Evento Made by Google 2022 trouxe-nos novos produtos e velhas rivalidades

Foi efetivamente em palco que a Google criticou abertamente a Apple por não adotar, nem ter intenções de tal, o padrão RCS ou Rich communication services para melhor a experiência de utilização das mensagens de texto, as SMS's.

Google Pixel RCS Apple
Algumas das capacidades das comunicações RCS demonstradas no evento Made by Google.

Importa notar, contudo, as subtilezas da apresentação. O discurso da Google nunca mencionou a Apple pelo nome, mas a referência expressa à "aquela empresa", não deixa sombra de dúvidas. O recado foi dado à empresa de Tim Cook, grande rival da Google.

A propósito, recordamos a resposta recente de Tim Cook a um jornalista que o questionou sobre tal hipótese, ao que Cook retorquiu "é melhor comprar um iPhone", referindo-se às dificuldades de comunicação entre sistemas operativos Android e iOS.

Em suma, apesar de ambas as plataformas confluírem atualmente em vários pontos, teremos ainda aspetos em que, previsivelmente, não teremos uma concordância total. De momento, a pretensão da Google é totalmente ignorada pela empresa de Tim Cook.

Thanks for joining #MadeByGoogle#Pixel7#Pixel7 Pro#GooglePixelWatch#PixelBuds Pro#GooglePixelTablet (2023)¹—a growing portfolio to understand your needs and make life easier.Learn more at the Google Store: https://t.co/uJEC2zgFT9¹See image for info pic.twitter.com/7bOI0SN9cP

— Made By Google (@madebygoogle) 6 de outubro de 2022

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com a atualidade tecnológica na 4gnews. Email: ruibacelar@4gnews.pt