Google Chrome para Android prepara-se para ficar bem mais rápido. Sabe como

Carlos Oliveira
Comentar

O Google Chrome é o browser mais usado em todo o mundo, mas nem tudo são vantagens no navegador da americana. Uma das principais críticas apontadas é o seu excessivo consumo de recursos.

Graças a uma nova decisão tomada pela Google, o Chrome passará a ter um desempenho muito superior ao atual. Isto porque a partir da versão 85, o Google Chrome será finalmente uma aplicação 64-bits. Contudo, isto limita-se a smartphones com Android 10 ou superior.

Ainda numa fase beta, já foi possível comparar o desempenho do Chrome em 32-bit face à sua versão de 64-bit. Os resultados mostram uma diferença de mais de mil pontos entre as versões testadas.

Chrome
Versão 32-bits à esquerda e 64-bits à direita

Google começa a dar exemplo para o futuro das apps no Android

A primeira versão do Android a suportar os 64-bits foi o Lollipop, lançado em 2014. Desde então, até os processadores dos smartphones já transitaram para a nova arquitetura, porém, nem todas as aplicações acompanharam a evolução.

Isso deixará de ser um problema já a partir de agosto de 2021. Sensivelmente daqui a um ano, a Play Store deixará de aceitar aplicações desenvolvidas em 32-bits, logo, os programadores têm até lá para tornarem as suas apps compatíveis com 64-bits.

A versão estável do Chrome 85 - a primeira a suportar 64-bits -. deverá ser lançada em agosto deste ano. Até lá, quem quiser experimentar o futuro do browser da Google, poderá fazê-lo instalando a sua versão Dev.

Qual a vantagem dos 64-bits?

Um software com suporte a 64-bits significa que pode aceder a uma maior quantidade de memória RAM para a execução de tarefas. Ou seja, com esta arquitetura, será possível tirar melhor partido das grandes quantidades de RAM que começamos a ver nos smartphones atuais.

Claro que isto só terá real vantagem se tanto o processador como o sistema operativo também suportarem os 64-bits. Por isso é que a Google está a limitar esta opção a equipamentos com Android 10 ou acima. Desta forma, a americana garante que o Chrome conseguirá tirar proveito de todas as vantagens desta nova versão.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.