Google Chrome Beta 76 leva o Dark Mode e a privacidade para outro nível

António Guimarães
Comentar

A versão Beta 76 do Google Chrome Beta traz 3 novidades importantes para os utilizadores. A mais desejada é sem dúvida o Dark Mode, introduzida na versão Beta 73. No entanto, as alterações não foram muitas.

Com a versão Beta 76, utilizadores podem ter uma verdadeira experiência com o Dark Mode, escurecendo as páginas dos sites que suportem essa função. As imagens de exemplo mostram-nos algo que parece simplesmente um modo de alto contraste.

light dark

É importante salientar que a maioria das funcionalidades que são testadas no Google Chrome Beta eventualmente são incluídas na versão estável e normal do navegador. Contudo, caso não queiras esperar, podes transferir e experimentar o Google Chrome Beta na sua página oficial.

Ninguém vai saber se entraste em Modo Privado

Um dos programadores do Google Chrome partilhou no Twitter uma novidade bastante interessante. Sites já não serão capazes de detetar se o utilizador está a navegar em Modo Privado (Incognito Mode).

boston globe

Existem sites que detetam o Modo Privado e notificam o utilizador, incentivando o mesmo a desativar o modo ou a subscrever para ver o conteúdo. Este tipo de incentivo à subscrição interfere com a privacidade e liberdade pessoal do utilizador.

Adobe Flash vem pré-definido como desativo

Caso utilizes o Chrome Beta 76, os elementos Flash serão bloqueados por definição. Utilizadores terão de ativar a plataforma manualmente.

Se utilizares o Google Chrome Beta 76, terás de ir abrir o endereço chrome://settings/content/flash e ativar a opção de "perguntar primeiro". Com esta opção, o Google pergunta-te se queres ativar o Flash, assim que estiveres numa página que suporte conteúdos da plataforma.

Há vários anos que a internet tem vindo a tentar desfasar o Adobe Flash, favorecendo o HTML5, que consome menos recursos. Navegadores como o Chrome, Firefox, Edge e até mesmo o Safari tem vindo a bloquear o Flash na maioria dos conteúdos. Em 2017, a Adobe anunciou que vai eliminar o Flash de uma vez por todas em 2020.

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.