Google Chrome irá suportar oficialmente teclas de atalho de multimédia

Carlos Oliveira

O Google Chrome é o browser mais utilizado em todo o mundo. Perante este cenário, é com naturalidade que vemos uma constante chegada de novidades para este software concebido do outro lado do atlântico.

A mais recente novidade do Google Chrome será especialmente satisfatória para os amantes de multimédia. Com a chegada da sua versão 73 passará a ser possível utilizar teclas de atalho de multimédia diretamente no browser.

Google Chrome

Hoje em dia são vários os teclados que já vêm com este tipo de teclas. Com efeito, é com um simples conjunto de teclas que podes controlar a reprodução de música e vídeo nas aplicações concebidas para o efeito.

Google Chrome passará a permitir uma maior controlo na reprodução de multimédia

De acordo com o que avança a ZDNet, também o Google Chrome passará a suportar nativamente este tipo de atalhos. Visto que a mudança será feita ao nível do browser, estas funcionarão mesmo com o Chrome minimizado.

Quer isto dizer que caso estejas a reproduzir um vídeo no Youtube com o Chrome minimizado, poderás controlar a sua reprodução. Ser-te-á possível colocar em pausa esse vídeo mesmo sem abrires a sua janela.

No entanto, num primeiro momento, apenas um punhado de funções será suportado. Apenas as teclas reproduzir, pausa, próxima faixa, faixa anterior, avançar e recuar serão suportadas pelo Google Chrome 73.

Para além disto, esta versão irá libertar uma nova API de multimédia que dará um maior controlo aos desenvolvedores. Por conseguinte, estes poderão ajustar a forma com os seus sites irão reagir aos atalhos de multimédia.

Por fim, apenas informar que estas funcionalidades chegarão, em primeiro lugar, ao Windows, macOS e Chrome OS. O suporte para o Linux deverá ser libertado mais tarde.

Editores 4gnews recomendam:

Inteligência Artificial da Google tem um desafio: jogar cartas!

Chrome OS está agora mais integrado com a Google Assistant

Android: Esta falha bizarra pode comprometer o sistema!

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.