Geekbench baniu vários topos de gama da Samsung por manipulação de desempenho

Carlos Oliveira
Comentar

Tal como já noticiamos anteriormente, a Samsung está a limitar o desempenho de mais de 10 mil aplicações nos seus smartphones. A própria sul-coreana já confirmou essa prática prometendo, no entanto, uma resolução para breve.

Ainda que a empresa tenha admitido a manipulação de desempenho, a Geekbench não ficou convencida com os esclarecimentos da sul-coreana. Em resultado, esta plataforma decidiu banir da sua base de dados quatro linhas de topos de gama da Samsung.

We view this as a form of benchmark manipulation as major benchmark applications, including Geekbench, are not throttled by this service.

— Geekbench (@geekbench) 4 de março de 2022

Samsung Galaxy S10, S20, S21 e S22 banidos da Geekbench

A decisão tomada pela Geekbench remove da sua base de dados as últimas quatro gerações de topos de gama da Samsung. Isto significa que não encontrarás resultados de desempenho destes equipamentos nesta plataforma de benchmark.

Para a Geekbench, esta prática da Samsung representa uma manipulação de benchmarks, por isso, aplicou uma dura sanção aos equipamentos mencionados. Vai mais longe e justifica este entendimento pelo facto de apps como a Geekbench ou 3DMark não constarem da lista de aplicações com restrições.

O banimento recai sobre as linhas Galaxy S10, Galaxy S20, Galaxy S21 e Galaxy S22 por serem os modelos onde foi detetada esta manipulação de desempenho. A Samsung fê-lo com recurso ao serviço Game Optimizing Service.

Este serviço deveria manipular apenas o desempenho de aplicações gaming para prevenir casos de sobreaquecimento. Contudo, verificou-se que o GOS manipula também aplicações fora desse nicho, como o Facebook, TikTok, Microsoft Office e outras aplicações de utilidade geral.

Perante o sucedido, a Samsung afirmou que daria ao utilizador poder de decisão sobre as aplicações a serem alvo desta manipulação de desempenho. Uma promessa que não demoveu a Geekbench desta radical medida.

Importa notar que esta decisão não é inédita da parte desta plataforma de benchmarks. No ano passado, a Geekbench baniu os OnePlus 9 e OnePlus 9 Pro da sua plataforma também por manipulação dos resultados de desempenho destes equipamentos.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.