Fornecedora da Apple na China é adicionada à lista negra dos EUA. Sabe os detalhes

António Guimarães
Comentar

Recentemente, uma das fábricas da Apple na China, O-film, entrou na lista negra de empresas dos Estados Unidos. A causa foram alegações de violações de direitos humanos da fábrica chinesa contra a minoria de muçulmanos Uighur, presente no país.

Vários grupos ativistas têm vindo a criar alerta sobre a situação, afirmando que as indústrias chinesas abusam e exploram esse grupo de minorias em trabalhos forçados. A O-film é uma das maiores fornecedoras de componentes para a Apple, juntamente com a Foxconn e outras.

Em resposta, a Apple afirmou à BBC News que tem investigado as alegações contra a O-film e não encontrou provas de trabalhos forçados. A Apple indica que fizeram várias visitas surpresa à fábrica mas que não foram encontradas atividades ilegais.

sfdsafd
Tim Cook, durante uma visita à fábrica da Foxconn. uma das suas maiores fornecedoras

Ainda assim, relatórios indicam o contrário. Relatórios do congresso dos EUA e de instituições australianas afirmam que vários trabalhadores Uighur foram transferidos das suas localizações para trabalhar em fábricas chinesas, o que sugere trabalhos forçados.

Contudo, a Apple não é a única suspeita. Os relatórios documentam mais de 80 marcas, entre elas a Apple, Nike e Gap. Trabalhos forçados na China tornaram-se, infelizmente, uma ocorrência comum, principalmente no fabrico de tecnologia e vestuário.

Entretanto, a O-film já faz parte da linha de produção da Apple desde 2017, primeiro para os iPads e posteriormente para iPhones. A O-film fornece módulos de câmara frontais e traseiros, sendo responsáveis pelos módulos de câmara para os vindouros iPhone 12.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.