Facebook e Instagram têm novas ferramentas de proteção de privacidade

Rui Bacelar
Comentar

O grupo Meta tem estado sob constante pressão por parte de reguladores de mercado e entidades governamentais no sentido de garantir uma melhor proteção da privacidade dos adolescentes no Facebook e Instagram. Para tal, a empresa de Mark Zuckerberg introduz agora novos meios de proteção para garantir, por exemplo, que um adulto "suspeito" não envie mensagens a adolescentes.

O anúncio foi feito recentemente pela própria tecnológica norte-americana e, apesar de carecer de vários detalhes como, por exemplo, o que é considerado um comportamento "suspeito" por parte do utilizador adulto, certo é que temos novas ferramentas. A intenção é igualmente clara, sendo um avanço positivo rumo à maior proteção dos mais novos.

Grupo Meta introduz mais recursos de proteção para o Facebook e Instagram

Facebook Instagram Meta

Tal como afirma a Meta na recente publicação de blog, "A partir de agora, todos os utilizadores com menos de 16 anos, (ou 18 anos em determinados países) terão, por predefinição, mais controlos de privacidade logo que se juntem ao Facebook."

De igual modo, a publicação afirma que o grupo Meta está a "desenvolver novas ferramentas e informação educativa com o intuito de parar a propagação de imagens íntimas online".

Adultos "suspeitos" serão barrados do contacto com adolescentes

Facebook Instagram Meta

Em particular, no Facebook a Meta bloqueará a funcionalidade “pessoas que talvez conheças”, ao passo que no Instagram removerá o botão de mensagens diretas (DM's) nos perfis de adolescentes. Segundo a Meta, esta função tem como objetivo encontrar velhos amigos e pessoas que efetivamente possamos conhecer. Não para assediar ou importunar adolescentes.

Desse modo, afirma a tecnológica de Mark Zuckerberg, a funcionalidade será bloqueada, ou removida no Facebook quando em causa estiverem adultos suspeitos. Ainda que a rede social não tenha precisado o que é um "comportamento suspeito", este deverá versar a denúncia prévia por conduta inapropriada na plataforma, por exemplo.

Reforço de privacidade para o Instagram e Facebook

Facebook Instagram

Tal como referido supra, de momento a empresa não precisou como irá determinar quem são os utilizadores "suspeitos". Porém, disse que iria ter em conta fatores como se alguém foi recentemente bloqueado ou denunciado por um utilizador mais jovem.

Por outro lado, quando adolescentes enviem mensagens a adultos (a alguns ou todos, de momento não sabemos), surgirá uma janela pop-up de aviso a perguntar se realmente conhecemos aquela pessoa na vida real.

Esta será mais uma barreira com o intuito de dissuadir comportamentos nefastos através do Facebook e Instagram.

O novo reforço de privacidade entregará também às crianças e adolescentes um controlo criterioso das notificações e outras interações no Facebook. Agora, resta-nos aguardar pela conclusão da sua gradual distribuição global, já em curso.

We’re introducing updates on @facebook and @instagram to further protect teens from harm online. And starting today, everyone under the age of 16 — or under 18 in certain countries — will be defaulted into more private settings when they join Facebook.https://t.co/9FB4yCCrJ5

— Meta Newsroom (@MetaNewsroom) 21 de novembro de 2022

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@4gnews.pt