Estes são os smartwatches que vão chegar em dezembro para alegrar o fim de ano

Mónica Marques
Comentar

As marcas chinesas vão abrilhantar esta época festiva com os seus mais recentes smartwatches a chegar ainda este mês.

Vivo, Huawei e Xiaomi querem terminar 2021 a lançar novos modelos que estão repletos de novos recursos e funcionalidades para manter os utilizadores em boa forma física e com saúde.

Vivo Watch 2 chega a 22 de dezembro por um custo aproximado de 180 euros

Vivo Watch 2
O Vivo Watch 2 apenas estará disponível no tamanho de 46 mm

Comecemos pela Vivo que hoje divulgou um poster a confirmar o lançamento do novo Watch 2 no próximo dia 22 de dezembro e que revelou o design elegante do novo smartwatch.

Pelas imagens conseguimos perceber que o novo smartwatch da Vivo vai exibir um mostrador redondo e uma bracelete em silicone, disponível em branco e preto. É igualmente percetível alguns dos recursos que o modelo disponibiliza.

Assim, podemos contar com chamadas de voz, monitorização de batimento cardíaco e contador de passos. Sabe-se também já que o Vivo Watch 2 terá 46 milímetros e que estará disponível nas variantes Bluetooth e e-SIM.

Por outro lado, a marca já confirmou que o Watch 2 tem autonomia de bateria de até sete dias, sendo que recentemente foi revelado que vai integrar uma bateria de 51 mAh, além de um ecrã OLED.

Também os preços do novo smartwatch da Vivo foram agora revelados no mundo Web e trazem boas notícias para os utilizadores. Segundo as informações recentemente divulgadas, as variantes terão um custo aproximado de 180 euros e 235 euros quando forem colocados na prateleiras das lojas chinesas.

Huawei Watch D revelado a 23 de dezembro traz consigo um novo recurso de saúde

Huawei Watch D
O Huawei Watch D vem competir diretamente com o Samsung Galaxy Watch 4
em preço e especificações Crédito@Gizmochina

E a 23 de dezembro é a vez de a Huawei apresentar uma mão-cheia de novidades, onde irá incluir o novo Watch D. Segundo informações avançadas pelo site XDADevelopers, este smartwatch da marca chinesa vai ser o primeiro modelo a integrar o novo recurso de saúde de monitorização de tensão arterial.

Nesse sentido, o Huawei Watch D vem competir diretamente com o Samsung Galaxy Watch 4, uma vez que este é o único wearable a integrar a referida funcionalidade de saúde. Espera-se ainda que o Huawei Watch D tenha suporte para a aplicação Huawei Health e, consequentemente, seja compatível com todos os recursos disponíveis nesta app.

Infelizmente, não são conhecidos mais pormenores sobre as especificações do novo smartwatch da Huawei, mas algumas fontes avançam que poderá ser disponibilizado por um custo inferior ao seu grande rival Galaxy Watch 4 da Samsung.

Xiaomi adianta-se a todos e lança na Europa o Redmi Watch 2 Lite por 69 euros

Redmi Watch 2 Lite
Redmi Watch 2 Lite está disponível nas cores preto, branco e azul

A Xiaomi não só antecipou a revelação do Redmi Watch 2 Lite como também já o disponibilizou no mercado europeu por um custo bastante apetecível de apenas 69 euros. E as especificações integradas no modelo tornam-o ainda mais sedutor.

Desde logo o design quadrado que o diferencia da maior parte dos modelos. De seguida, o suporte a BDS, GLONASS, Galileo e GPS integrado permite que este wearable ofereça a localização mais exata possível do seu utilizador.
Outro bom argumento está na bateria de 252 mAh integrada que, de acordo com a marca chinesa, oferece autonomia para dez dias consecutivos, numa utilização moderada do wearable.

Para motivar o utilizador à prática de atividade física, o Redmi Watch 2 Lite está equipado com mais de 100 modos de desporto, onde se incluem as modalidades de ciclismo, natação, corrida, caminhada e muito mais.

De resto, conta ainda com monitorização de frequência cardíaca, medição da qualidade do sono, contagem de passos e com uma opção para o período menstrual, especialmente concebida para as senhoras. Além disso, faz igualmente monitorização do nível de stress e integra três modos de treino de respiração para ajudar-te a relaxar diariamente.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.