A Nokia está de volta! O momento pelo qual esperávamos há tantos anos finalmente aconteceu. O Nokia 6 é o primeiro smartphone Android lançado pela nova dona da Nokia, a HMD Global, vamos conhece-lo!

Vê também: VOTA para “Smartphone do Ano” e “Marca Revelação” 2016

   

Hoje o sol nasceu com um brilho especial, hoje foi o dia em que ficamos a conhecer este Nokia 6, um smartphone que custará o equivalente a 246$ (dólares) e que, infelizmente, deverá ser um exclusivo para o mercado chinês.

Não desanimem, de acordo com os últimos rumores a Nokia deverá lançar pelo menos 6 smartphones durante este ano e o Nokia 6 é apenas um deles!

O lançamento oficial do Nokia 6 marca o regresso da Nokia ao mercado dos smartphones (telemóveis inteligentes), desde que resolveu vender todo o seu departamento de dispositivos móveis à Microsoft, uma das épocas mais negras para a marca finlandesa.

Desde então a HMD Global (empresa também ela finlandesa), decidiu comprar a Nokia à Microsoft, lançando agora o seu primeiro “rebento”. O sistema operativo do Nokia 6 é o Android, sendo o smartphone fabricado pela Foxconn, a fábrica de iPhones e tantos outros equipamentos.

A decisão de apenas comercializar este Nokia 6 no mercado chinês prende-se com a extrema importância deste enorme mercado, sendo também um teste, um contacto com a realidade para esta Nokia que agora renasce das cinzas. Um passo cauteloso mas extremamente valioso, estratégica e economicamente.

A nível de especificações técnicas este Nokia 6 vem equipado com um ecrã de 5.5 polegadas com resolução 1080p Full-HD com vidro semi-curvo (efeito 2.5D), o seu processador é o Snapdragon 430, acompanhado por 4GB de memória RAM.

Claramente um smartphone de gama-média, traz ainda 64GB de armazenamento interno expansível via microSD, conectividade Dual-SIM, câmara traseira de 16MP, tecnologia Dolby Atmos com altifalantes duplos, bateria de 3000mAh, leitor de impressões digitais (sensor biométrico) e o Android 7.0 Nougat como sistema operativo.

Outrora a rainha dos telemóveis e dispositivos móveis, o seu orgulho impediu-a de fazer a transição para o mundo dos telemóveis inteligentes, os smartphones. A sua experiência neste reino teve um sucesso limitado com os Lumia’s da Microsoft.

Depois de ter sido vendida à Microsoft, a Nokia continuou a vender alguns telemóveis simples e básicos, outrora o seu grande trunfo mas condenados agora a um papel residual. Contudo, em 2015 não tivemos qualquer smartphone da Microsoft, assistindo-se ao abandono daquele segmento.

Vê também: Nokia 6 é revelado com boas especificações, design e preço tentadores (com vídeo)

Agora, a HMD Global é a nova dona da Nokia, tendo adquirido os direitos de utilização da marca Nokia para todos os dispositivos móveis, incluindo os tablets, durante a próxima década.

O CEO da HMD, Arto Nummela que outrora foi o responsável máximo pelo departamento de vendas e desenvolvimento de produtos da Nokia, disse à agência Reuters no mês passado que a HMD almeja ser uma das marcas mais competitivas no mercado dos smartphones. Resta saber se conseguirão enfrentar a dura competição da Apple, Samsung, Huawei, entre outras.

Talvez queiras ver:

Xiaomi Mi Note 2 foi o mais colorido no CES 2017

Samsung termina o ano com o maior lucro dos últimos três anos

Nokia D1(C): Especificações e primeiras fotos do Nokia com Android

 

Viaengadget
Fontereuters
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).