Home Android

Duplex: Google Assistant a fazer chamadas por ti? Vai ser possível

A demonstração da Duplex levou ao delírio o público presente na Google I/O.

Google Asssistant Duplex Gogole I/O Android P
Todas as grandes ideias levantam questões.

A conferência Google I/O trouxe muitas novidades sobre o Android P e a Google Assistant. Embora tenha apreciado muitas das novas funções do sistema operativo, o que mais me chamou à atenção foi uma chamada feita para marcar uma ida ao cabeleireiro. Isto porque quem a fez foi a Duplex.

Parece difícil acreditar quando vemos a demonstração (vídeo no final do artigo). O humano pede à assistente que lhe marque uma ida ao cabeleireiro para cortar o cabelo. Como é que ela o faz em background? Com uma chamada de voz.

Vê ainda: Huawei prepara já o seu Kirin 980 para fazer frente ao Apple A12

A audiência ficou extasiada, tal como eu fiquei. A Google Assistant portou-se como uma campeã. Perguntou as coisas certas, calou-se quando o devia fazer e até soltou um “mmhmm” que levou a audiência ao riso (respeitador).

A demonstração torna-se ainda mais espetacular quando a pessoa do outro lado não fez ideia de que estava a falar com Inteligência Artificial. Isto pode ser, sem dúvida, um marco e um passo à frente no desenvolvimento da IA como a conhecemos. Até hoje só vimos coisas deste género nos filmes.

Este grande avanço tecnológico da Google Assistant levanta várias questões

Embora seja um passo enorme no avanço da tecnologia, levanta algumas questões éticas e sociais. Até que ponto não deve a Google dizer ao recetor da chamada que está a falar com uma máquina? Se algo desde género se tornar padrão, não é difícil introduzir a ligação com um “Olá, daqui é a Google Assistant”.

E é claro, se uns adoram, outros não vão gostar. Uma inovação como esta pode permitir ao utilizador não ter de lidar com chamadas “mais chatas”. E se isso pode ser bom para quem atira o trabalho para a Google Assistant, quem está do outro lado é capaz de não achar muita piada.

A tecnologia chama-se Duplex e aqui podes aprofundar conhecimento sobre ela. No entanto, não te deixes enganar. A Duplex não é capaz de conversações de longa duração. Está feita para as coisas simples. Por exemplo: “Quer uma mesa? Para quantos? Em que dia? A que horas? Certo, adeus”. E está feito.

É provável que a tecnologia venha a ser bem sucedida, sempre tendo em conta os meios fechados de conversa que consegue ter. E tal como poderás ver no blog, a Duplex tem alguns truques para quando a conversa sai fora da linha “prevista”.

Estratégias como “está a ouvir bem?” ou interrupções como “desculpe, pode repetir”, serão usadas quando a IA se perder. E claro, isto é apenas um teste por parte da Google. Não se trata de um produto acabado e não é certo quando ou se virá a estar disponível desta forma.

A Duplex vai ter as suas limitacões

Neste momento a Duplex está disponível em três cenários: fazer reservas em restaurantes, agendar idas ao cabeleireiro e perguntar a uma empresa a data das tuas férias. Estará disponível no verão para um número limitado de utilizadores.

E tal como poderás ler no post do blog oficial, se a Duplex errar, um humano assume a chamada. Se a chamada for além das capacidades da assistente, um humano é notificado e completa a tarefa.

Agora resta saber quão longe a Google irá na identificação da IA na hora da chamada. Quem está do outro lado da linha estará recetivo a falar com um robô? Esta e outras questões terão de ser discutidas nos próximos tempos. Pelo menos antes que “eles” as discutam por nós.

Outros assuntos relevantes:

13 Reasons Why. Trailer da segunda temporada da série Netflix já está disponível

ZUK, a sub-marca da Lenovo está de volta ao ”mundo” Android

Samsung Galaxy S9 Lite – Imagens do smartphone revelam design do S8

ViaTheVerge
FonteGoogle
Bebe das canções de Manel Cruz, das idiossincrasias de Bruno Aleixo e dos planos de Quentin Tarantino. A escrita está-lhe no sangue, e o amor à tecnologia é uma boa desculpa para o mostrar a quem queira ler.
Blogs do Ano - Nomeado Inovação e Tecnologia