Disney+: já sabemos quanto tempo publicitário teremos de ver nos novos planos acessíveis

Mónica Marques
Comentar

Recentemente, foi noticiado de que a Disney+ teria novos planos de assinatura mais acessíveis, suportados por publicidade.

Mas agora foi divulgado o tempo de publicidade que os assinantes vão ter de assistir para pagar menos. E podemos dizer que a Disney+ será bastante comedida no tempo de intervalo...

Novos planos acessíveis vão ter 4 minutos de publicidade por hora

Disney+
Em Portugal a Disney+ está disponível por 8,99 euros por mês

Aparentemente, as principais plataformas de streaming vão disponibilizar planos com mensalidades mais acessíveis, mas que implicam o visionamento de anúncios. A Netflix vai seguir esse caminho e já se sabe que a Disney+ também.

Ao que tudo indica, a Disney+ vai disponibilizar as novas assinaturas até ao fim deste ano. Mas agora foi revelado que a plataforma de streaming vai limitar o espaço publicitário a 4 minutos por hora. A informação está a ser avançada pelo The Wall Street Journal que também avança que este é o período mínimo de publicidade para as plataformas de streaming.

Estas são boas noticias, tendo em conta que no serviço televisivo convencional o espaço publicitário é de 18 minutos por hora enquanto que no HBO Max, que tem a carga mais leve, é de cinco minutos também por hora.

Entretanto, o Disney+ já confirmou que quando lançar os planos com espaços publicitários, todas as crianças em idade pré-escolar que utilizem os seus perfis para verem a programação, não vão ser sujeitas à carga comercial.

De acordo com a plataforma de streaming, os dados de crianças não são recolhidos e por isso estas não serão alvo de publicidade (dirigida ou não) durante as suas sessões de streaming.

Disney+ é alvo para anunciantes

E, muito possivelmente, não vão faltar anunciantes à plataforma de streaming da Disney. Tudo porque a marca é considerada brand-safe e, por isso, é um alvo bem apetecível para investir em espaço comercial.

Por falar nisso, segundo o The Wall Street Journal, a Disney+ prepara-se para cobrar entre 50 e 60 dólares (cerca de 47 a 57 euros) para atingir 1.000 espetadores. Sobre este assunto, a Disney+ não fez qualquer tipo de comentário.

Claro que os novos planos suportados por anúncios podem levar ao aumento de preços do serviço sem espaço publicitário. Numa conferência de imprensa, Bob Chapek, CEO da Disney, afirmou que o investimento da empresa em conteúdos melhores podem levar a que o serviço isento de anúncios fique mais caro.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.