Dados estatísticos vincam distanciamento entre Windows 10 e Windows 7

O mercado dos computadores não chegou ao fim tal como muitos previam, e pode dizer-se que tal está longe de acontecer. Com efeito, os últimos dados recolhidos pela Netmarketshare revelam que tudo continua como sempre esteve.

Isto porque, como poderás imaginar, a Microsoft detém cerca de 80% de market share a nível de software para computadores – contando apenas com as presenças do Windows 10 e Windows 7. Cerca de 4/5 do total do mercado em questão.

Windows 10 Microsoft

O engraçado, por sua vez, tem que ver com o facto do segundo estar a perder expressão, mas continuar a deter quase 37% do mercado. Os dados relativos ao primeiro trimestre de 2019 mostram ainda que o Windows 10 está agora a cerca de 6 pontos percentuais de alcançar metade do marcado do software computacional.

Windows 10 chegará ao milhar de milhão de utilizadores?

Porém, se a empresa de Seattle domina a esse nível, é a Google que possui 67,88% de quota de mercado no que concerne aos browsers. Mesmo que a Microsoft coloque no mercado duas alternativas aos seus utilizadores, a verdade é que o Chrome continua estável e a ser usado por inúmeros utilizadores em todo o mundo.

Por outro lado, o Internet Explorer continua a ser mais utilizado que o mais recente Edge, com uma quota de mercado de 7,34% e 5,2%, respetivamente. Agora a verdadeira questão é perceber se as novidades no Microsoft Edge – baseado no Chromium – serão suficientes para alterar o cenário atual.

Finalmente, com o aproximar do fim de suporte do Windows 7 e a não receção de atualizações relevantes para o mesmo, espera-se que o desfasamento entre os dois sistemas promovidos pela gigante de Redmond se acentue ainda mais.

Veremos, no entanto, quanto tempo é que demorará para que o mais recente alcance, por um lado, o milhar de milhão de utilizadores e, por outro, um nível de market share superior a 50%.

Editores 4gnews recomendam:

Via