Ethereum - Se em janeiro investisses 100$ hoje tinhas quase 6 mil dólares

Filipe Alves

Uma das criptomoedas a ter em conta, além do Bitcoin, é uma chamada Ether da plataforma Ethereum. O Ethereum é um pouco diferente do Bitcoin em muitos aspectos, por isso antes de investires no activo dá uma vista de olhos nas suas possibilidades.

De uma forma muito simples, o Ethereum dá a possibilidade a outras empresas e individuais de criarem as suas plataformas e aplicações através da rede Blockchain. Blockchain é descentralizado e neste momento impossível de hacker, tal como o futuro do mundo deveria ser.

Vê ainda: Criptomoedas – Bitcoin ultrapassa finalmente os 10 mil dólares!

O seu fundador Vitalik Buterin, com apenas 23 anos, é uma das mentes mais inteligentes do momento e um dos jovens mais ricos do mundo. A plataforma Ethereum já é utilizada por entidades como Barclays ou até com o banco da Rússia.

Ethereum de Vitalik Buterin está na mó de cima!

Muito se fala sobre o Ethereum poder vir a ser tão forte quanto Bitcoin. A criptomoeda cresceu significativamente este ano e se em janeiro um Ether tinha o valor de 8.36$ hoje chegou pela primeira vez aos 500$.

Imaginando em termos práticos, se em janeiro tivesses investido 100$ na criptomoeda hoje terias quase 6 mil dólares, dá que pensar não?

Não percas: Como comprar Bitcoin com cartão de débito/crédito

As criptomoedas estão cada vez mais em alta e o Ether é muito responsável por isso mesmo. Se queres arriscar investir em alguma criptomoeda ainda com um valor relativamente baixo, dá um olhar à EOS, que permite fazer algo idêntico ao Ethereum mas de uma forma mais rápida e com maior volume de transações por minuto.

A diferença de EOS para a criptomoeda de Vitalik é que Ethereum já se mostrou capaz de criar produtos na sua plataforma, já o EOS ainda não há nada físico que o comprove, quem sabe em breve...

Assuntos relevantes na 4gnews:

Google – Conduta inapropriada afasta Andy Rubin da Essential

Huawei garante que tem um “Face ID” melhor que o do Apple iPhone X

Samsung Galaxy S9 herdará os melhores traços do Samsung Galaxy S8?

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.