Coronavírus: Google remove app suspeita de espionagem

António Guimarães
Comentar

A Google Play Store removeu recentemente uma app criada pelo governo iraniano para deteção do Coronavírus. A app esteve pouco tempo disponível na loja de aplicações, mas conseguiu arrecadar 4 milhões de transferências, antes da remoção.

A app era intitulada AC19 e o seu uso foi incentivado pelo governo iraniano. O governo mandou mensagem à população com uma ligação onde os cidadãos podiam instalar a aplicação diretamente. Supostamente, a app era um método para fazer despistes e reduzir pressão nos hospitais.

Contudo, alguns utilizadores relataram que a app era uma maneira do governo iraniano espiar os seus cidadãos. A verdade é que a app, como muitas aplicações relacionadas com saúde, pede acesso a dados de localização e também registo pelo número de telefone. Este feedback dos utilizadores pode ter sido o que levou a Google a remover a app AC19 da Play Store.

hjbhj

Investigador afirma que a app não contém software malicioso

Lukas Stefanko, um investigador e programador da empresa eslovena ESET, afirma que a AC19 não possui software malicioso. Assim sendo, a app não pode ser acusada de conter malware como cavalos de troia ou outro tipo de ameaças aos equipamentos dos utilizadores. Apesar da remoção, ainda é possível instalar a app pelo site.

Mesmo assim, vários utilizadores iranianos continuam a suspeitar da aplicação. O governo iraniano já patrocinou duas apps que são clones do Telegram: HotGram e Gold Telegram. Ambas as apps foram desenvolvidas com supervisão dos serviços de inteligência civil iranianos.

Apple começou a banir aplicações não oficiais

A Apple recentemente instaurou uma política onde bane qualquer aplicação relacionada com o Coronavírus que não seja emitida por governos ou organizações de saúde, como a OMS.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.