Conhece a arma que consegue derrubar drones a 500 metros

António Guimarães
Comentar

A empresa baseada na Austrália DroneShield revelou a terceira edição da sua arma anti-drone. Chama-se DroneGun MKIII e é uma pistola compacta, portátil com o objetivo de combater objetos voadores não-autorizados.

dronegunmk3

Contudo, vamos desde já esclarecer: a DroneGun MKIII não dispara balas ou projécteis de qualquer tipo. Esta arma funciona emitindo um sinal de interferência para neutralizar o drone.

Como funciona a DroneGun MKIII

Conforme mencionado esta arma emite sinais para interferir com várias rádio frequências. As mais importantes são as de 2.4 GHz e 5.8 GHz, utilizadas por drones para fazerem ligação ao comando de controlo.

Ao interferir com estas frequências, a arma consegue de imediato desativar a transmissão de vídeo do drone ofensor e controlá-lo inclusive. Caso seja essa a intenção, o drone pode ser seguramente pousado e analisado para possíveis investigações.

A DroneGun MKIII funciona com uma bateria de Litío-ion e tem uma autonomia de uma hora em utilização e 8h em standby. A arma pesa menos de dois quilos.

Em que situações é útil uma arma anti-drone?

É importante salientar que esta arma tem valores nos 'cinco dígitos' segundo a DroneShield. Além disso, a mesma não é para uso doméstico, apenas para governos e forças de autoridade.

Em dezembro de 2018, o aeroporto de Gatwick, na Inglaterra, foi obrigado a suspender operações por causa de drones não autorizados a voar nas pistas de aterragem. Este é um dos aeroportos com mais tráfego a nível mundial e teve de parar tudo.

Outras aplicações incluem segurança de propriedades privadas ou mesmo como forma de anti-espionagem.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.