Cientistas eliminam 99% de células de cancro com nova técnica em testes

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo
Tempo de leitura: 1 min.

Uma equipa de cientistas norte-americanos conseguiu destruir 99% das células cancerígenas em testes, estimulando moléculas de antocianina com luz infravermelha. A vibração das moléculas causada pelo procedimento conseguiu quebrar eficazmente quase todas as membranas das células malignas.

Publicado na revista científica Nature após passar pela revisão de outros investigadores, o estudo destaca o método como um potencial tratamento não agressivo para tumores que afetam os ossos e outros órgãos.

A luz infravermelha pode ser mais eficaz do que procedimentos invasivos

tratamento câncer
Nova técnica conseguiu eliminar 99% de células de cancro (Imagem: Shutterstock / Lightspring)

Chamado de "britadeira-molecular", em referência à vibração que provoca nas moléculas, o procedimento realizado pela equipa de cientistas foi testado em ratos. Nos ensaios, a nova técnica conseguiu destruir 99% das células cancerígenas, resultando na cura do cancro em metade dos ratos testados.

A utilização de moléculas de antocianina na deteção de cancro não é uma novidade. Estas atuam como corantes sintéticos e auxiliam na localização de células malignas em exames de imagem. A grande inovação reside no uso de luz infravermelha para acelerar essas moléculas.

"Esta é a primeira vez que um plasmon molecular é utilizado dessa forma para excitar toda a molécula e realmente produzir ação mecânica usada para atingir um objetivo específico – neste caso, rasgar a membrana das células cancerígenas”, afirmou o químico Ciceron Ayala-Orozco.

A taxa de sucesso dos testes deve-se também ao facto de a luz infravermelha ser mais eficaz em penetrar o corpo humano do que procedimentos invasivos, conforme explicaram os investigadores.

Ainda não foram fornecidas informações sobre a possibilidade da realização de testes em humanos. No entanto, o avanço é uma excelente notícia para os estudos que procuram novos tratamentos para o cancro.

Editores 4gnews recomendam:

Sabryna Esmeraldo
Sabryna Esmeraldo
Jornalista há mais de 10 anos, a Sabryna especializou-se a produzir conteúdos e tutoriais sobre aplicações e tecnologia. Consumidora de streamings e redes sociais, adora descobrir as novidades do mundo.