Atenção! Xiaomi Portugal alerta para publicações falsas de contas não oficiais

Bruno Coelho
Comentar

A Xiaomi chegou oficialmente a Portugal durante o ano de 2019, e daí para cá tem vindo a implantar-se no nosso país. Tudo começou com a abertura da primeira loja oficial no Porto, avançando para um total de pelo menos 15 lojas abertas em todo o país até à data.

Se és fã da Xiaomi, talvez tenhas notado nas redes sociais que recentemente surgiram publicações no mínimo estranhas a publicitar promoções "incríveis" da Xiaomi. Estas parecem ter a clara intenção de burlar os utilizadores, e não têm qualquer ligação à Xiaomi Portugal.

Em comunicado, a empresa esclarece que “têm surgido nos últimos dias, nas redes sociais, várias publicações falsas de contas não oficiais, que apresentam promoções em produtos Xiaomi”.

Comunicado oficial da Xiaomi Portugal
Comunicado oficial da Xiaomi Portugal

Tal como se pode ler, a Xiaomi está representada no nosso país pela conta @xiaomiportugal no Facebook, @xiaomi.portugal no Instagram ou @xiaomiportugal no TikTok. Além disso, tem também o site da Mi Store Portugal.

Neste disponibiliza todos os seus produtos com indicação do preço e características, bem como as promoções reais em curso”. A representante da marca chinesa no nosso país pede aos Xiaomi Fãs que sigam apenas a informação publicada nos referidos canais.

Exemplo de publicação falsa da Xiaomi

Estas promoções falsas são tão comuns, que mal abri o Facebook para encontrar o comunicado da Xiaomi apareceu-me uma. Nesta é referido que a Xiaomi está a vender uma Mi Electric Scooter Pro 2 por apenas 1,99 €.

xiaomi

A publicação é feita pela página “Oficial Store Portugal”, que é obviamente falsa, e reencaminha para uma página também ela falsa. Sempre que vires este tipo de promoções, denuncia para que não sejam disseminadas para quem possa estar menos informado sobre o assunto.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.