Atenção! WhatsApp vai banir contas que utilizem aplicações não oficiais

Vitor Urbano
9 Março, 2019

O WhatsApp é a plataforma de mensagens mais popular entre todos os utilizadores de smartphones. No caso dos utilizadores Android, é possível utilizar algumas alternativas não oficiais que te oferecem algumas funcionalidades extra. No entanto, se utilizas uma destas aplicações, é melhor passares imediatamente para a aplicação oficial do WhatsApp.

A empresa adicionou uma nova secção nas suas 'Perguntas Frequentes" (FAQ), onde alerta os utilizadores para bloqueios temporários de contas que utilizem aplicações alternativas ao WhatsApp. As mais populares são o GBWhatsApp e o WhatsApp Plus.

WhatsApp

Estas aplicações, oferecem várias funcionalidades adicionais, como por exemplo fazer o download de qualquer Storie para o smartphone, respostas automáticas e implementação de temas personalizados. Mas, se o WhatsApp é a tua aplicação de comunicação principal, não deverá valer a pena o risco de teres a tua conta bloqueada.

WhatsApp implementa novas medidas para exterminar aplicações não oficiais

Na publicação, o WhatsApp relembra que estas aplicações não têm qualquer suporte por parte da empresa e que são versões alteradas do WhatsApp. Por isso, estas aplicações não oficiais desenvolvidas por terceiros violam os termos e condições do serviço. Além disso, a empresa nunca poderá garantir a privacidade e segurança dos utilizadores que deem preferência a estas aplicações.

Para os utilizadores que até agora tenham utilizado o GBWhatsApp ou o WhatsApp Plus, a empresa aconselha que antes de fazerem a passagem para a aplicação oficial, garantam que têm uma cópia de segurança dos seus chats. Desta forma, nenhuma informação importante deverá ser perdida durante o processo.

WhatsApp oficial

Como fazer a passagem para a versão oficial do WhatsApp

  • Se tiveste a tua conta temporariamente banida, precisas de aguardar até que o bloqueio termine.
  • No GBWhatsApp, vai a Mais opções - Conversações - Cópia de segurança.
  • Através do gestor de ficheiros do smartphone, encontra a pasta do GBWhatsApp e altera o seu nome para simplesmente "WhatsApp"
  • Acede à Google Play Store e faz o download da versão oficial da aplicação.
  • Depois de confirmares o teu número de telefone, escolhe a opção para restaurar conversações.
  • Após terminares a configuração inicial da aplicação, deverás ter acesso a todos os teus chats.

Estas são as primeiras medidas mais 'agressivas' que a empresa está a implementar para tentar exterminar de vez este tipo de aplicações não oficiais. Caso estes bloqueios temporários não sejam tão eficazes como desejado, é possível que acabem por tomar medidas ainda mais drásticas.

Se utilizas uma destas aplicações, considera fazer a passagem para a aplicação oficial imediatamente por favor. Lembra-te que nenhuma destas aplicações consegue garantir a tua segurança ou privacidade das tuas conversas. Ainda mais, nada garante que não deixam uma 'porta aberta' para que hackers consigam ter fácil acesso ao teu smartphone.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte | Via

Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.

Mais na 4gnews

Samsung Galaxy A40 tem todas as especificações confirmadas e preço apetecível
Google apresenta Stadia: Não é uma consola, é algo bem maior!
Reparar o ecrã do Galaxy S10 custa quase tanto como comprar um novo
Free Fire: 6 curiosidades do jogo mais popular da Google Play Store
Vídeo de hands on do Galaxy Fold mostra vinco no ecrã
Vivo X27 e X27 Pro foram lançados e têm ecrãs fantásticos

Artigos que não podes perder

Como recuperar mensagens apagadas: SMS Android, WhatsApp e Facebook Messenger
Como formatar o telemóvel antes de o vender como usado
Os 13 melhores emuladores Android para correr jogos e apps no computador
Como encontrar o telemóvel Android com a ajuda do Google
Os 10 melhores telemóveis chineses a ter em atenção em 2018
Como bloquear números de telefone indesejados e anónimos