Apple: utilizadores só recebem Apple Studio e MacBook Pro em agosto

Mónica Marques
Comentar

Os atrasos na produção da Apple estão a afetar as entregas de alguns equipamentos da marca aos utilizadores.

Se encomendares hoje, um Mac Studio ou um Macbook Pro de 16 polegadas no site português da Apple, recebes os modelos em casa entre 29 de julho e 2 de agosto.

Dificuldades na produção da Apple atrasa entrega de equipamentos a utilizadores

MacBook Pro
O MacBook Pro de 14 polegadas está disponível em Portugal a partir dos 2.349 euros

Devido a um surto de Covid-19, a indústria na China foi alvo de um novo confinamento que levou a uma paragem temporária de algumas unidades de produção, o que está a afetar a entrega de encomendas de marcas relevantes do mercado high-tech.

A Apple é uma das visadas e está a sofrer atrasos nas entregas de encomendas dos computadores Mac Studio e MacBook Pro de 16 polegadas. Por exemplo, se um utilizador encomendar hoje um dos dois equipamentos no site português da marca, tem entrega prevista para o período compreendido entre 19 de julho e 2 de agosto, no caso de selecionar os portes gratuitos.
Já se pagar os portes no valor de 12,30 euros recebe os equipamentos entre 15 e 29 de julho.

De acordo com relatos vindos de outros países, o atraso pode ser um pouco maior se o utilizador optar por personalizar mais os equipamentos, selecionando chips mais avançados e memória ou armazenamento com mais capacidade.

As boas notícias é que não há atrasos na entrega do MacBook Pro de 13 polegadas. Se encomendar hoje este modelo com 512 GB de armazenamento SSD no site português da marca, a entrega é feita imediatamente no dia a seguir.

Já o modelo de 256 GB de capacidade será entregue entre 7 e 13 de junho se for encomendado hoje. O que é um período razoável, tendo em conta que os modelo mais avançados só chegariam no final de julho ou início de agosto.

Em Portugal, a entrega de iPhone não está a sofrer atrasos

Saliente-se que, para já, a maior parte dos modelos de iPhone não estão a sofrer atrasos na entrega em Portugal. Se encomendarmos hoje um iPhone 13, 13 Pro ou 13 Pro Max a entrega será feita no dia seguinte. Apenas o modelo iPhone 13 mini, tem um prazo mais alargado de entrega que poderá acontecer entre 7 e 13 de junho.

Este atraso nas entregas da Apple que, aparentemente, está a acontecer a nível global irá refletir-se nas receitas da empresa. Os especialistas estimam que este problemas custem entre 4 mil milhões e 8 mil milhões de dólares à empresa de Cupertino.

Fazendo a conversão direta para a moeda europeia estamos a falar de valores entre 3,7 e 7,4 mil milhões de euros. A confirmar-se este será um golpe duro que Tim Cook vai sofrer.

Especialmente depois de o CEO ter declarado publicamente que esperava que os problemas na cadeia de fornecimento de componentes e na linha de produção desaparecessem durante este ano. Mas parece que estão a persistir e a Apple terá de lidar e superar estas dificuldades.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.