Apple estará prestes a adquirir a Shazam em negócio milionário

Rui Bacelar
Apple Shazam negócio
Estará a gigante de Cupertino a preparar-se para comprar esta App?@TC

Lembras-te de quando era difícil identificar "aquela música" que estava a passar no rádio? Quando não havia qualquer outra forma, rápida e prática de reconhecer a faixa e o artista daquela música que te estava a despertar uma curiosidade incapaz de ser ignorada? Eram tempos mais difíceis é verdade. Na altura a aplicação (App) Shazam era a única a ser capaz de, como um bom grau de sucesso, identificar o que estavas a ouvir. Agora, a Apple quererá comprar esta outrora gloriosa App num negócio milionário.

Vê ainda: Play Store – Mais de 20 apps temporariamente gratuitas para o teu smartphone

O mercado de música está em crescimento e temos cada vez mais serviços de streaming (transmissão) de música a competir pela preferência dos consumidores. A concorrência aumenta à medida que todo este nicho de mercado se torna mais rentável e consequentemente apetecível.

Apple estará a preparar-se para comprar a Shazam em negócio milionário

Posto isto, as atuais "jogadoras" precisam de renovar e reforçar o seu leque de funcionalidades num constante esforço para justificar o investimento dos consumidores.

Para já é apenas um rumor. Tal como avança o site Variety, o site Phonearena, entre outros, o negócio milionário atingiria os 400 milhões de dólares. Esta seria a oferta inicia de Cupertino. Teremos que esperar mais alguns dias até poder confirmar esta história.

Mais ainda, sugerem que o anúncio oficial deste negócio milionário seja feito já na próxima segunda-feira se dermos ouvidos à especulação em torno deste tema. Note-se que recentemente em 2015, a Shazam conseguiu uma injecção de capital na ordem dos mil milhões de dólares. Desta forma, se os rumores estiverem certos isto significaria que a App Shazam pode ter perdido até 60% do seu valor em apenas dois anos.

Segundo os dados apontados pela Shazam a sua aplicação já terá sido descarregada e instalada em mais de 190 países mais de mil milhões de vezes. Aliás, por dia serão 20 milhões de instalações desta aplicação capaz de identificar o nome de uma música, de uma série de televisão e outros conteúdos.

Ora, porque é que a Apple compraria a Shazam neste negócio milionários? Bom, muito simplesmente para aumentar o valor do seu iTunes. Para impulsionar este seu segmento de serviços.

Esta possibilidade foi também avançada por fontes internas da Apple. Esta estaria interessada na aquisição da aplicação, reconhecendo o seu valor e querendo definitivamente integrar todas as suas capacidades e funcionalidades nos serviços de música da gigante de Cupertino.

Apple Shazam negócio milionário
Negócio estará prestes a ser anunciado

Negócio pode ser anunciado em breve pela Apple

A parceria entre a Apple e a Shazam já tem vários anos e permite aos utilizadores da App adquirirem músicas que reconhecem através do Shazam. Estas funcionalidades estão também integradas com a assistente virtual Siri.

Para já não se sabe ao certo qual será efetivamente a função do Shazam depois de este integrar o já vasto ecossistema da Apple. Contudo, não é de descartar o possível interesse da tecnológica norte-americana nas capacidades de reconhecimento visual e de realidade aumentada. Algo em que a Shazam tem estado a trabalhar nos últimos anos. Algo que poderá ser do imediato interesse da Apple.

Como já é hábito, a Apple recusa-se a prestar qualquer declaração sobre o assunto apesar de serem cada vez mais os sites de tecnologia a avançar esta notícia. Para já, resta-nos esperar por uma possível oficialização do negócio milionário. Esperemos para ver o que o futuro reserva à Shazam.

A decisão de compra poderá ser anunciada em breve, fica atento à 4gnews e não percas pitada!

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Galaxy J2 Pro (2018) já revelou todos os seus segredos

Motorola – Serão estas as primeiras imagens do Moto Z3 Ultra 2018?

Huawei já vendeu mais de 20 milhões de smartphones Huawei Nova

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.