Apple removeu mais de 600 aplicações da App Store

António Guimarães
Comentar

A Apple publicou recentemente o seu relatório de transparência que detalha pedidos legais feitos por vários países. Entre julho e dezembro de 2018, a Apple recebeu pedidos de remoção de certas aplicações na App Store. Foram 634 apps removidas em cerca de 80 pedidos.

Países que pediram remoção de apps na App Store

  • Vietnam
  • Áustria
  • Kuwait
  • Arábia Saudita
  • Turquia
  • Líbano
  • Holanda

A Apple não revelou quais as aplicações removidas mas explicou a razão das remoções. No caso do Vietnam e Áustria, as apps foram removidas por infringir as leis dos países em relação a jogos de apostas. Outros países argumentaram que certas apps estavam a infringir leis de privacidade.

A Apple recebe milhares de pedidos de acesso a equipamentos

Em 2018, a Apple recebeu mais de 12 mil pedidos de acesso a equipamentos Apple, por motivos de investigação policial. O país que emite mais pedidos é a Alemanha, com os Estados Unidos em segundo lugar.

Além disso, pedidos de acesso à iCloud também são constantes. Durante o mês passado, quase 5 mil contas tiveram acesso requisitado à Apple por parte das autoridades. Contudo, a Apple não deu mais detalhes a especificar os casos.

Em perspetiva, nas terras lusas, a Apple recebeu apenas 139 pedidos. Parece que Portugal é dos países que menos trabalho dá à empresa de Cupertino.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.