Alegado Apple iPhone 8 | Crédito: @Onleaks
Alegado Apple iPhone 8 | Crédito: @Onleaks

Vamos lá falar um pouco de conspirações da Apple e do próximo “iPhone 8”, afinal de contas, o dispositivo deverá certamente ser apresentado em setembro. Este ano de 2017 é um ano memorável para a empresa de Cupertino. O iPhone fez dez anos de seu lançamento e espera-se que a Apple celebre este aniversário com um terminal totalmente diferente.

Os rumores alimentam a ideia que o iPhone 8 trará um ecrã com pequenas extremidades, tecnologia AMOLED, traseira de vidro para carregamento sem fios e ainda uma câmara com capacidades fantásticas para Realidade Aumentada.

Vê ainda: Extende o alcance da tua internet com um repetidor de Wi-Fi por 10€

   

A esta hora já temos uma alegada ideia daquilo que será o smartphone. Se por acaso não tiveste tempo de acompanhar as notícias até então, dá uma vista de olhos no dummy do iPhone 8 no vídeo abaixo.

Mas porque é que a Apple não lhe chamará de iPhone 8?

Atenção que isto é mais uma teoria do que propriamente uma informação vinda de algum lado. Quando fazemos um artigo sobre um futuro smartphone temos de lhe chamar alguma coisa.

Primeiro, para as pessoas terem uma noção daquilo que falamos, depois, para quem procura informações do terminal não escrever no Google “informações do próximo smartphone da Apple”.

Se olharmos um pouco o historial da empresa americana vemos que a probabilidade de lhe darem o número “8” é muito reduzida. Até ao momento sempre tivemos “número” (ex: iPhone 4) e “S” (ex: iPhone 4S) e espera-se que assim seja.

Se os rumores estiverem certos e a marca apresentar 3 smartphones este ano, é mais do que provável uma mudança no nome da linha.

Com o nome “8”, os consumidores automaticamente pensarão que o 7S se trata do modelo do ano anterior. Certamente não tu nem eu, mas alguém que simplesmente não passa a vida a ler a 4gnews.

É plausível que o nome “iPhone” continue (embora seja amante do nome Apple Phone), contudo, não me parece que a Apple lance “iPhone7S, 7S Plus e 8”. Em termos de marketing seria uma péssima ideia. O foco será certamente apontado no “revolucionário” modelo, porém, as salvaguardas da empresa continuarão a ser os modelos que seguirão o antecessor, ou seja, o alegado 7S e 7S Plus.

WWDC 2017
Possível iPhone 8, ao centro

Olhemos para os iPad. A empresa tem mudado o nome dos iPad e simplificando ao longo do tempo. Este ano tivemos o “iPad”, o iPad Pro 10.5″ e no mercado podemos encontrar ainda o iPad Pro de 12.9″ polegadas.

Todos eles com o mesmo nome e com pequenas variações de nome apenas nas polegadas dos equipamentos.

Quem sabe se a Apple se atreverá a dar-nos um:

  • iPhone 4.7” (7S)
  • iPhone 5.5″ (7S Plus)
  • iPhone 5.8″ (8)

Desta forma, a Apple justificava o valor do novo modelo ser superior ao do “Plus” mesmo sendo ele fisicamente mais pequeno. Sim, as pessoas ainda acreditam que quando maior é o telefone mais caro é.

Será mesmo que a Apple escolherá o nome de iPhone 8? Não me parece!

Mas porque não olhar de forma ainda mais simplista? Afinal de contas esta é a ideologia da empresa de Cupertino.

  • iPhone (7S)
  • iPhone Plus (7S Plus)
  • iPhone Pro (8)

O Pro seria o novo modelo e aproveitavam para retirar o nome “S” dos iPhones a serem lançados. É verdade que estes nomes iam dar de cabeça no próximo ano, mas nada melhor do que o décimo aniversário para mudar um pouco as coisas não?

Se realmente a Apple se ficar pelo 7S e 7S Plus, acredito que o nome do próximo iPhone possa ser “iPhone X” ou  “iPhone Edition”. Temos-lhe chamado iPhone 8, contudo, acredito que esteja longe de ser o nome oficial do dispositivo. Ficaremos a saber em breve certamente!

Outros assuntos relevantes:

Já viste os protótipos do primeiro smartphone da Apple?

Samsung Galaxy Note 8 chegará com duas opções de memória

Doogee BL5000 orgulha-se da inspiração no Honor 9 e Honor Magic

ViaBGR

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho.
Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.