Apple iPhone 13 será mais poderoso que qualquer Android de 2022

Rui Bacelar
Comentar

A nova gama de smartphones iOS, os Apple iPhone 13 usam o processador A15 Bionic da tecnológica de Cupertino. Este é o seu "coração" e, de acordo com os primeiros benchmarks, estamos perante um colosso que atropelará a concorrência Android.

Esta audaz afirmação baseia-se nos primeiros testes de benchmark cujas pontuações sintéticas mostram uma superioridade da Apple face ao próximo chipset da Qualcomm, o Snapdragon 898. Ao que tudo indica, este será o processador mais usado nos topos de gama Android em 2022 e deverá ser apresentado em dezembro de 2021.

O Apple Bionic A15 mostra a sua dominância sobre o Snapdragon 898

Apple A15 Bionic

Acima vemos a tabela de pontuações na plataforma GFXBench que avalia, sobretudo o desempenho gráfico dos processadores para dispositivos móveis. Assim, vemos a superioridade do A15 Bionic da Apple sobre toda a concorrência Android em existência.

No entanto, a Qualcomm não está muito atrás com a versão ainda experimental e, como tal, não finalizada, do Snapdragon 898. Este SoC será o processador mais poderoso disponível para os smartphones Android em 2022, carecendo ainda de apresentação.

A diferença de pontuações entre ambos os chips não é muita, mas existe e está presente.

Mais concretamente, a GPU do Snapdragon 898 obteve as seguintes pontuações: 158,4 FPS no teste Manhattan 3.1, 112,7 FPS no teste Aztec Ruins (Normal), e 43,1 FPS no teste Aztec Ruins (High).

A Apple tem mais poder gráfico que a Qualcomm

Apple iPhone 13

Os resultados neste benchmark mostram-nos que a gráfica (GPU) usada pelo Snapdragon 898 não é tão eficiente como a que está presente no A15 Bionic da Apple, ou do Exynos 2200 da Samsung. Com efeito, os dados indicam um modelo de engenharia menos eficaz no chip da Qualcomm.

Por outro lado - favorecendo já o Snapdragon 898 - é indicada uma melhor gestão térmica na gráfica Adreno da Qualcomm, com maior estabilidade de temperatura. De igual modo, também o desempenho constante a ser entregue supera as soluções da Apple e da Samsung.

Em síntese, a redução na frequência de processamento da gráfica é menor quando submetida a uma carga séria e exigente. Na prática, a quebra de performance em condições de alta exigência é de até 35% no A15 Bionic da Apple, 25% no Exynos 2200 da Samsung e de 20% no Snapdragon 898 da Qualcomm.

O Snapdragon 898 é melhor na gestão do desempenho entregue

Apple A15 Bionic GPU

Portanto, apesar de tanto o A15 Bionic como o Exynos 2200 conseguirem entregar mais performance, a gráfica Adreno do Snapdragon 898 é a mais estável no poder entregue. Para longas sessões de jogo no smartphone isto pode fazer a diferença.

Voltando a atentar no pico de processamento proporcionado por cada um destes processadores, por exemplo, no teste Manhattan 3.1, o A14 Bionic da Apple continua a liderar. Com efeito, este chip introduzido com os iPhone 12 atinge os 137 FPS.

Logo em segundo lugar está o Snapdragon 888 da Qualcomm com 117 FPS, mostrando-se bastante competente. Por outras palavras, os processadores Apple entregam o maior pico de poder, com os Snapdragon a serem os melhores na estabilidade.

A superioridade vai para a Apple, mas há bons chips na Samsung e Qualcomm

Por fim, os testes mais recentes mostram que também a Samsung terá um excelente chipset no Exynos 2200. Para jogos, este processador e respetiva gráfica são perfeitamente comparáveis aos Snapdragon 898, bem como ao Apple A15 Bionic.

Dito isto, apesar de a Apple, muito provavelmente, ter reclamado para si a liderança nos benchmarks, importa frisar que a demais concorrência não está muito atrás. Importa notar que estes indicadores foram avançados primeiramente pela publicação MyDrivers.

Ademais, os testes de benchmark não são necessariamente o equivalente direto à experiência de utilização na vida real. Agora, resta-nos aguardar pela apresentação oficial do Snapdragon 898 da Qualcomm, bem como pelo Exynos 2200 da Samsung.

Este será o trio mais poderoso de processadores para 2022, equipando os telefones iOS (iPhone 13) e smartphones Android de gama alta. Entretanto, também veremos mais testes de bencharmks em diferentes plataformas como a AnTuTu, por exemplo.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.