Apple iPhone 13: data de lançamento e preço já circulam na Internet

Rui Bacelar
Comentar

A tecnológica norte-americana apresentará os Apple iPhone 13 no seu próximo evento em setembro de 2021. O lançamento no mercado da nova geração de telefones iOS deve ocorrer nas semanas seguintes, ou durante as primeiras semanas de outubro.

Para tal ser possível a gigante de Cupertino tem que fintar a atual escassez de componentes que afeta a indústria, bem como os rigores ainda impostos pela pandemia da COVID-19. No entanto, as fugas de informação sugerem que tudo correrá conforme planeado.

A geração Apple iPhone 13 chega em setembro de 2021

Apple iPhone 13
Representação digital do possível iPhone 13.

Em 2020 os iPhone 12 chegaram um mês mais tarde que o habitual, em outubro desse ano. O seu lançamento no mercado ocorreria entre o fim desse mês e meados de novembro devido ao impacto da pandemia nas cadeias de produção adstritas à Apple.

Segundo as informações mais recentes os iPhone 13 serão apresentados a 14 de setembro. Será então que a Apple revelará ao mundo os quatro novos telefones iOS, mantendo o alinhamento que ficamos a conhecer o ano passado com a atual geração.

Teremos então um iPhone 13 mini com ecrã de 5,4 polegadas; o iPhone 13 e iPhone 13 Pro com ecrã de 6,1 polegadas e, por fim, o iPhone 13 Pro Max com ecrã de 6,7 polegadas. Este ponto está praticamente assente com várias fontes convergentes.

A próxima geração de telefones iOS estão já em produção

Apple iPhone 13
Representação digital dos possíveis modelos de iPhone 13.

Os novos relatos sugerem que grande parte dos componentes necessários para os iPhone já estão em produção. Aliás, fabricantes de chips e semicondutores como a TSMC terão dado primazia às encomendas da Apple para garantir o stock necessário.

Por outras palavras, com o intuito de contornar a atual escassez de componentes que afeta a indústria, as empresas que colaboram com a Apple ter-lhe-ão dado atenção indivisa. Desse modo, é provável que o consumidor não sinta atrasos na chegada ao mercado.

Mais ainda, com os componentes já a ser produzidos, a montagem dos iPhone 13 deverá arrancar mais cedo este ano. Os relatórios sugerem meados a fim e agosto para o início da montagem em larga escala, ou durante o início de setembro.

A capacidade máxima de armazenamento permanecerá nos 512 GB

Apple iPhone 13

Segundo avança a agência TrendForce, os utilizadores Apple terão que se contentar com 512 GB de armazenamento interno como limite máximo configurável. Os rumores anteriores apontavam uma configuração máxima de 1 TB à para os iPhone 13 Pro.

Por outro lado, aponta-se uma manutenção dos preços. Isto é, não devemos ter alterações no preço dos novos iPhone, mantendo-se os valores praticados atualmente na geração iPhone 12. A saber:

  • iPhone 12 mini: desde 829 €
  • iPhone 12: desde 929 €
  • iPhone 12 Pro: desde 1179 €
  • iPhone 12 Pro Max: desde 1279 €

O novo processador será o A15 Bionic a 5 nm

A geração Apple iPhone 13 terá melhorias significativas no desempenho graças ao processador Apple A15 Bionic com litografia de 5 nm, tal como o antecessor e atual A14 Bionic. Terá, contudo, diversas otimizações que o tornarão mais veloz e eficiente.

A sua produção estará já em curso nas fábricas da TSMC, prometendo um desempenho até 20% superior e até 30% mais eficiente na gestão energética. Por outras palavras, será um chip mais rápido e consumirá menos energia.

Mais importante ainda será o uso de ecrãs LTPO AMOLED em dois dos quatro novos iPhone para 2021. Os rumores apontam este painel com alta taxa de atualização variável até 120 Hz para os modelos Pro e Pro Max.

Os demais modelos - iPhone 13 mini e iPhone 13 - continuarão a usar o ecrã AMOLED com taxa de atualização fixa a 60 Hz.

Até 150 milhões de iPhone produzidos na segunda metade de 2021

Por fim, de acordo com o analista Dan Ives a Apple tenciona produzir entre 130 a 150 milhões durante o segundo semestre de 2021. Importa frisar que nesta cifra os novos iPhone 13 representarão entre 35% a 45% do volume de unidades produzidas.

Colocando estes números em perspetiva, em 2020 os iPhone 12 totalizaram 80 milhões dos iPhone produzidos no segundo trimestre desse ano, pelo que será um aumento substancial da nova geração.

Só o primeiro lote de encomendas no terceiro trimestre do ano pode chegar às 90 ou 100 milhões de unidades produzidas. Mais uma vez, esperando-se números consideravelmente superiores aos registados no ano passado.

A produção em massa do iPhone 13 não tardará em começar como o evidenciam as atividades da Foxconn, a histórica parceira da Apple.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.