Apple iPhone 12 terá leitor biométrico na lateral? Provavelmente não!

Rui Bacelar
Comentar

A geração Apple iPhone 12 será apresentada a 13 de outubro num evento com transmissão em direto a partir do Apple Park, mas poderá a gigante de Cupertino integrar nos novos smartphones o leitor biométrico na lateral?

Ainda que alguns rumores tenham sugerido essa hipótese, uma das formas de contornar as dificuldades do Face ID em reconhecer o rosto dos utilizadores quando utilizam a máscara de proteção, tal não passará de um rumor dúbio, avança a cnet.

O Touch ID na lateral dos iPhone 12?

Apple iPad Air
Pormenor dos novos Apple iPad Air com Touch ID na lateral.

O botão On/Off com Touch ID embutido fez uma aparição no novo iPad Air, simplificando o processo de desbloqueio sem ser necessário remover a máscara para que o Face ID opere normalmente. Perante isto, o paralelismo com o iPhone 12 foi estabelecido.

De acordo com os novos relatos, a caraterística não deverá marcar presença nos Apple iPhone 12. Ainda que a sua utilidade seja inquestionável, sobretudo em tempos conturbados como os que vivemos, a tecnológica não deverá seguir esse caminho.

A hipótese não está excluída e em breve o novo iPad Air, apresentado em setembro último, chegará às lojas e dará aos consumidores as primeiras provas do seu valor. Na prática, é uma boa alternativa para desbloquear o dispositivo sem tocar na máscara.

A Apple poderia usar o Touch ID nos iPhone 12

Apple iPhone 12
Imagem conceptual ilustrando o Touch ID na lateral do iPhone 12

Inquestionavelmente útil, o Touch ID na lateral dos novos iPhone 12 obrigaria os smartphones a serem mais espessos. Algo que provavelmente a Apple não tolerará, sobretudo após anos a fio em que os iPhones se tornaram mais elegantes.

Um dos cenários apontados sugere a presença de ambos os sistemas, o Face ID no notch, bem como o Touch ID na lateral dos dispositivos móveis. Isto daria aos utilizadores mais flexibilidade uma vez que o flagelo do COVID 19 não passará tão cedo.

A hipótese acolhe a preferência de alguns analistas de mercado, entre os quais se encontra Ross Rubin. Segundo Rubin, "a atenção dada ao novo leitor biométrico integrado é um possível presságio do que poderá surgir na próxima geração de iPhones, como alternativa viável ao Face ID", referindo-se à presença deste sistema nos novos iPad Air.

Útil, mas provavelmente ausente dos iPhone 12

Apple iPad Air
Visão esquemática do leitor biométrico dos novos iPad Air.

A gigante de Cupertino dedica aproximadamente 18 meses ao desenvolvimento de um novo iPhone. Posto isto, se o Touch ID na lateral não foi considerado antes de a pandemia COVID-19 se ter espalhado pelo globo, dificilmente marcará presença nos novos smartphones Apple.

Por outras palavras, a geração iPhone 12 terá sido planeada e desenvolvida antes da pandemia se tornar parte integrante do quotidiano. Nesse caso, a necessidade para uma alternativa ao Face ID não teria tanto, ou sequer algum peso.

Certo é que os novos produtos Apple serão apresentados no segundo evento online no espaço de dois meses, chegando numa altura difícil em que o mercado global de smartphones passa por uma recessão. Com mais de 32 milhões de pessoas infetadas no mundo e perto de um milhão de vítimas, a pandemia não dá sinais de abrandar.

Em 2020 o mercado mobile registou uma das maiores quebras de que há memória, mas espera-se que recupere já em 2021. Até lá, vimos a Apple a preterir o tradicional e vistoso evento de setembro por apresentações online, mais comedidas e diretas.

Em síntese, até ao momento não existem provas da implementação do Touch ID nos iPhone 12, mas possivelmente marcará presença na geração iPhone 13 caso se mantenha o atual status quo.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.