Apple iBook faz 20 anos! Vê a mítica apresentação de Steve Jobs

Filipe Alves
Comentar

Foi em 1999 que Steve Jobs subiu ao palco na conferência de MacWorld em Nova Iorque para nos mostrar o seu mais recente produto. O Apple iBook era um "iMac para levar". Estas são as palavras do antigo CEO da Apple que ficou conhecido pela sua irreverência e apresentações fora do comum.

Esta apresentação não foi diferente. Este foi o primeiro computador da Apple a trazer conexão sem fios, dessa forma, Steve Jobs pegou no computador e foi de um lado do palco para o outro enquanto carregava uma página web. Chegou mesmo a pegar num hula hoop e passar à volta do computador para garantir que não existiam fios conectados.

Um computador portátil super irreverente

Numa altura onde os computadores portáteis tinham tudo menos design, a Apple decidiu criar algo diferente. Um plástico translúcido e ainda uma tonalidade de azul e outra de laranja.

Estamos a falar de uma diferença inimaginável para os anos 2000. Infelizmente já lá vai o tempo em que apresentações deste género nos deixavam ainda mais amantes da empresa da maçã trincada.

Especificações do iBook

Apple iBook

Claro que não podemos comparar as especificações do computador com 20 anos para os de agora. Ainda assim, o iBook era um topo de gama e contava com características únicas.

  • Ecrã de 12.1" polegadas com resolução 800x600p
  • Teclado completo
  • Trackpad
  • Processador PowerPC 750 (G3) a correr 300MHz
  • Memória RAM de 32MB e 64MB
  • Memória interna de 3.2GB
  • 1 entrada USB

Um olhar moderno ao computador do passado

Os conhecidos Youtubers MKBHD e iJustine pegaram num iBook totalmente selado e decidiram abrir. O computador é tão diferente agora o quanto era há 20 anos.

Não deixa de ser um "regresso ao passado" interessante de ver. Principalmente para todos aqueles que nunca viram um destes na vida real.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.