Apple continua a liderar um mercado em claro crescimento. Conhece os pormenores

Carlos Oliveira
Comentar

Os wearables podem não gerar tanto comércio como os smartphones, mas têm crescido a olhos vistos nos últimos anos. A Apple tem muita culpa nesse cenário, pois foi a empresa que mais vendeu dispositivos do género no ano passado.

A empresa de estudos de mercado IDC lançou o seu mais recente relatório de análise a este nicho. Analisando os seus dados, facilmente notamos que a Apple é "rainha e senhora" quando falamos em dispositivos wearables.

Apple

Só no último trimestre de 2019, a Apple vendeu 43.4 milhões de wearables em todo o mundo. Isto representa um crescimento de 119.9% face ao mesmo período de 2018.

Os grandes culpados por estes números são os novos AirPods Pro, isto porque os Apple Watch registaram uma queda nas suas vendas de 5.2% face a 2018. Isto atesta o enorme sucesso dos novos earbuds da americana, apesar do seu elevado preço.

Xiaomi e Samsung juntas não vendem sequer tanto como a Apple

O top-3 deste mercado é fechado com a Xiaomi e a Samsung, mas a uma larga distância da empresa americana. A Xiaomi vendeu 12.8 milhões de wearables no último trimestre de 2019, sendo que 9.4 milhões destes dizem respeito apenas a smartbands.

As suas Mi Band são certamente as principais impulsionadores dos resultados da chinesa. Estas smartbands apresentam uma relação qualidade / preço com a qual ninguém consegue concorrer.

Já a Samsung tem uma participação mais modesta neste mercado. Com 10.5 milhões de gadgets no final de 2019, a sul-coreana deve muito aos Watch Active e Watch Active 2 na conquista desta posição.

Para fechar o top-5 deste mercado temos a Huawei com vendas a cifrarem-se nos 9.3 milhões e a Fitbit com 6 milhões. Importa notar que a última foi recentemente comprada pela Google, portanto, estes números passarão para a alçada da empresa americana, em breve.

Mercado wearable apresenta um crescimento interessante

Ao contrário do mercado de smartphones que tem vindo a abrandar nos últimos anos, os wearables têm despertado bastante interesse junto dos consumidores de tecnologia. Segundo os dados da IDC, registou-se um crescimento de 89% face a 2018.

Ao todo, foram vendidos 336.5 milhões de gadgets do género ao longo de 2019. Este é um crescimento considerável face aos 178 milhões que se haviam registado no ano transato.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.