Apple AirPods
AirPods da Apple

A Apple não se conteve em apresentar os seus AirPods no final do ano passado. Os earphones da empresa de Cupertino, cuja ligação se faz inteiramente sem-fios, foram um sucesso.

Porém, desde que começaram a ser comercializados em dezembro, apresentaram um grande problema – se assim se poderá chamar. Isto porque, de facto, os AirPods não tinham um problema diretamente associado a eles. O maior dos incómodos na sua compra era mesmo o tempo que se esperava para os receber.

Vê ainda: Habilita-te a ganhar um Huawei P10 no Patreon da 4gnews

   

Há relatos que apontam a esperas de seis semanas para receber os earphones mais inovadores tecnologicamente, à vista do público. Todavia, esses dias intermináveis enquanto se aguardava que a famosa encomenda chegasse deverão chegar ao fim brevemente.

Tim Cook, CEO da Apple, vei dizer esta semana que a produção irá aumentar consideravelmente, para que os clientes da empresa tenham o produto que desejam o mais rápido possível, neste caso os AirPods. Por alguma razão, a empresa norte-americana não previu que uma pudesse haver uma procura tão grande por este produto.

Ou, por outro lado, sabia que isso ia acontecer e, uma vez que o produto está sempre esgotado, aumenta – mesmo que só psicologicamente – todo o seu valor para os fãs. Isto porque, se esperamos por muito tempo por algo que compramos, então é porque esse bem é valioso e, no limite, muito pretendido fazendo dele algo ainda mais especial.

Os AirPods são um exemplo perfeito do bom trabalho da Apple!

Afinal, os earphones continuam a custar cerca de 150€ e esse já é um preço bem elevado, quando comparado o seu preço com o dos concorrentes do mundo musical. No entanto, há poucas ou nenhumas alternativas aos AirPods. É difícil encontrar algo que se encontre um produto como esse, que se configure tão facilmente com os restantes produtos Apple.

Outros assuntos relevantes:

Novo iPhone SE só será lançado no início de 2018

Game of Thrones (GoT): com tanto calor, Jaime acabou debaixo de água

Estas foram as aplicações mais descarregadas para o Android e iOS em 2017

FonteBusiness Insider
Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.