Android Oreo 8.1 irá reduzir o tamanho das aplicações inativas

Carlos Oliveira
Android Oreo 8.1 chegará com uma novidade bem interessante

Numa altura em que a grande maioria dos smartphones Android ainda não receberam o Oreo, a Google já se encontra a desenvolver o Android Oreo 8.1. Esta não será uma atualização de grande envergadura para o sistema operativo móvel mais utilizado do mundo, mas trará algumas melhorias que certamente aumentarão a sua estabilidade e fiabilidade.

Vê ainda: Android AOSP refere a inclusão de um modo que automaticamente irá reduzir a cache das aplicações menos utilizadas.

Android Oreo 8.1 irá proibir a criação de ficheiros de cache das aplicações menos usadas

Esta nova funcionalidade será despoletada assim que o sistema operativo detetar que o teu smartphone se encontra com pouco espaço interno livre. A quantidade de espaço requerida para que esta funcionalidade seja despoletada será definida num ficheiro próprio do Android Oreo.

Uma vez ativa, a mesma irá proibir as aplicações consideradas inativas de gerar ficheiros em cache. Para que uma aplicação seja considerada inativa, a mesma terá de estar há algum tempo (não conhecido) sem ser utilizada pelo utilizador ou sem que a mesma seja utilizada em segundo plano por outros pacotes.

A intenção da Google com esta novidade é nobre e certamente que surtirá efeito no dia-a-dia dos seus utilizadores. Todavia, ainda deverá demorar bastante tempo até que a mesma chegue à grande maioria dos utilizadores Android.

Tal como já referi, neste momento são ainda muitos os que esperam pela chegada do Android Oreo. Certamente que este exagerado tempo de espera se irá repetir para a chegada da versão 8.1, mais ainda se tivermos em conta os equipamento de gama média que habitualmente não são a prioridade das marcas.

Outros assuntos relevantes:

OnePlus 5T – Todas as informações sobre o smartphone foram reveladas

Apple iPhone X – O seu maior problema pode ser solucionado

Google Play Store recebe nova versão 8.4.19 – Download APK

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.