AMD regista crescimento saudável pela primeira vez em 14 anos

António Guimarães
Comentar

Não é segredo que a AMD tem vindo a crescer nos últimos anos, devido aos seus preços competitivos e processadores perfeitamente capazes de competir com a Intel. Nesse sentido, de acordo com os dados da PassMark, a AMD registou um pico de crescimento no primeiro trimestre de 2019.

A PassMark juntou dados relativos aos últimos 14 anos baseados em vendas, número de CPUs presentes em computadores (consolas não foram quantificadas) e arquitetura x86 para conseguir chegar a esta conclusão. Assim sendo, a AMD está atualmente presente em 40% dos computadores.

Gráfico da PassMark

O gráfico da PassMark mostra-nos alguns detalhes interessantes sobre o crescimento da AMD em relação à Intel durante anos. Após um pico em 2005, a presença da AMD desceu consideravelmente, estabilizando por volta de 2008. Desde então, a tendência foi continuar a descer até 2019.

Durante o primeiro trimestre de 2019, a AMD registou um pico enorme, com a tendência de continuar a subir. Como não podia deixar de ser, a Intel registou uma descida, ficando-se pelos 60% de presença de mercado.

Processadores Ryzen marcaram o regresso da AMD

Desde que a AMD lançou os processadores Ryzen que a fabricante voltou a estar no mapa e a conquistar consumidores. A sua série Ryzen 3000, lançada no verão de 2019, marcou a transição para processadores 7 nanómetros, aproveitando a descida da Intel para lucrar nesse segmento.

Desta forma, a Intel terá que entrar nos eixos, podendo até mesmos arriscar-se a perder a sua supremacia no mercado de processadores. A AMD admitiu em dezembro que nunca pensou ser capaz de ultrapassar a Intel. Contudo, esse sonho pode tornar-se realidade se a fabricante continuar a crescer.

Editores 4gnews recomendam:

  • Os 7 melhores drones baratos e bons para comprar em 2020
  • Wyze sofre fuga de dados comprometendo 2 milhões de utilizadores
  • Vídeo mostra como seria o Windows 10 se fosse desenhado pela Apple! (simplesmente fantástico)
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.