Altice Portugal leva nova Loja MEO para outro nível com este conceito

Bruno Coelho
Comentar

O conceito de loja de proximidade tem sido promovido pela Altice Portugal de há algum tempo a esta parte. Esta promove a inexistência de barreiras físicas no atendimento sendo orientada para a experimentação.

Acaba de de chegar a mais uma localidade, com a inauguração da loja MEO em Mirandela. Esta situa-se na Rua da República n.º 20, com o respetivo conceito de não haver barreiras físicas entre os clientes e os profissionais de atendimento.

Além disso, dispõe de com condições logísticas orientadas para a experimentação, in loco, de todos os serviços e produtos em destaque no portefólio do “maior operador de telecomunicações em Portugal”.

meo altice

As características nova loja MEO em Mirandela

Este novo espaço MEO em Mirandela, com cerca de 30 m², integra-se na aposta da Altice Portugal na melhoria da experiência de todos os seus clientes através da modernização da sua rede de lojas físicas.

Destaca-se por ser muito ampla e sem qualquer balcão de atendimento a separar quem atende de quem é atendido. Além disso, promove um estilo de atendimento mais próximo e emocional, vocacionado para adaptar a experiência de cada cliente aos seus padrões de consumo e modo de vida.

De realçar a nova loja comporta suportes digitais de última geração para divulgação e promoção de campanhas de comunicação do MEO, em linha com as mais avançadas tendências de comunicação do setor das telecomunicações a nível internacional.

Terá duas posições de atendimento, assumidas por dois profissionais especializados. Vai funcionar de segunda a sexta-feira entre as 9h30 e as 19h. Ao sábado estará aberta entre as 9h30 e as 12h30.

Vai permitir aos mirandelenses mais proximidade com os produtos MEO, MOCHE e Altice Empresas, quer ao nível do suporte técnico, assegurado pelas Lojas MEO em todo o país.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.