how-a-poached-employee-led-satya-nadella-to-make-nice-with-one-of-steve-ballmers-bitter-rivals

Na reunião anual com os acionistas da empresa, muitas das perguntas acerca do futuro da Microsoft foram respondidas a esses que são os investidores da empresa de Redmond, na medida em que são eles que, dependendo da quantidade de dinheiro que investirem, concedem recursos à empresa em prol de bons resultados nas suas contas e consequente distribuição de dividendos.

Deste modo, e depois dessa reunião ter começado algo atribulada uma vez que foi pedido aos intervenientes que colocassem os seus dispositivos (Windows e/ou outros) em silêncio, surge uma pergunta interessante. Um fã e utilizador de Windows Phone/Mobile, questionou Satya Nadella acerca da forma como tem conduzido todo esse setor dado que alguém havia comentado que a empresa estava a dar “um passo atrás” com a sua estratégia atual.

   

lumia-950

Pois bem, Satya Nadella não esteve com meias medidas e prontamente respondeu à pergunta argumentando que, acima de tudo, o importante é uma empresa diferenciar-se das outras naquilo que faz, no que vende. De facto, uma dessas diferenças é o facto de que todo o universo Windows está agora mais interligado – PC, tablets e smartpohnes – e é como se um conjunto de dispositivos se tratassem de um só. Em segundo lugar, só o Windows 10 Mobile se transforma em Windows 10 com a ajuda do Continuum, o outro elemento de diferenciação, isto é, um smartphone que também é um computador.

Estes são os dois pilares nos quais assenta o futuro do Windows Mobile e que vai de encontro ao que já havia sido dito anteriormente por Nadella, bem como das recentes notícias que mostram a possibilidade de usar aplicações x86 nos smartphones da Microsoft. Sem dúvida que esta empresa continuará no mercado Mobile, apenas de uma forma diferente. E ser diferente não tem de querer dizer que será pior.

Talvez queiras ver:

Smartphone Windows da HP terá Snapdragon (da linha) 600

Novo conceito do Windows 10 Mobile mostra “features” há muito aguardadas

Windows Holographic VR: Estes são os requisitos mínimos para o PC

ViaMSPoweruser

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.