YouTube vai expandir as políticas anti-assédio para criadores. Entende as mudanças

António Guimarães
Comentar

O YouTube anunciou mudanças nas suas políticas anti-assédio, que passará a abrangir todos os criadores de conteúdo, independentemente do seu estatuto social como celebridade, político ou outro tipo de figura pública. Esta mudança ocorre na sequência de várias críticas feitas ao YouTube por "proteger" certos criadores.

Um dos casos mais populares é o de Carlos Maza, do canal Vox. Maza tem vindo a ser insultado pelo comentador político e comediante Steve Crowder, que tem vários vídeos a comentar os maneirismos e orientação sexual de Maza de uma forma pejorativa e humilhante.

Para evitar a ira dos criadores ofendidos e do público, o YouTube prometeu rever as suas políticas anti-assédio, levando a estas alterações. As políticas do YouTube foram alterados em 4 aspectos fulcrais.

YouTube vai levar insultos e ameaças mais a sério na plataforma

A primeira mudança são ameaças estão banidas, ainda que verbais. Mesmo que não sejam ameaças diretas, o YouTube irá agir. Por exemplo, falar sobre alguém com armas na mão ou colocar a cara de alguém num jogo violento irá constituir uma violação das novas políticas.

Em segundo lugar, o YouTube irá analisar o que os criadores dizem nos canais, para evitar campanhas de difamação. Caso um criador tenha vários vídeos a insultar ou difamar repetidamente a mesma pessoa, o YouTube pode considerar isso uma violação e remover os vídeos ofensores.

creators

Em terceiro lugar, palavras ou gírias que ofendam pessoas baseadas na raça, sexo, ou orientação sexual serão banidas. Por último, temos uma ferramenta que deteta automaticamente comentários ofensivos e não os publica. Tais comentários só serão publicados com aprovação do criador de conteúdo.

Estas são políticas bastante eficazes, pelo menos em papel. No entanto, numa plataforma como o YouTube, como será possível distinguir insultos e ameaças sérias de simples brincadeiras ou piadas? Vamos ver que tipo de repercussões estas novas políticas terão na liberdade de expressão.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.