YouTube Shorts: a alternativa da Google ao TikTok já chegou a Portugal

Rui Bacelar
Comentar

A alternativa do YouTube, a plataforma de vídeos da Google, ao fenómeno TikTok já chegou a Portugal. São os YouTube Shorts e já os podes encontrar amiúde na página web e aplicações para dispositivos móveis do YouTube. São os "TikToks", mas da Google.

Após uma fase de testes beta que se alongou durante vários meses, a norte-americana Google distribuiu agora globalmente o novo formato de conteúdos. São "curtas-metragens" descontraídas e de curta duração para ir ao encontro das tendências atuais.

YouTube Shorts foi disponibilizado esta semana em Portugal

YouTube Shorts Google Portugal

A Google iniciou os trabalhos neste novo formato em 2020 fazendo-o com o intuito de se adaptar às novas tendências, mais concretamente à popularidade crescente do TikTok. Em meados de 2021, este formato está disponível em todo o mundo.

De acordo com o YouTube a expansão tem sido gradual, com a versão beta disponível para mais 26 países nos últimos meses. Período durante o qual a empresa afirma ter reparado em "muitos Shorts criativos e incríveis provenientes da nossa comunidade".

Por fim, o YouTube colocou este novo formato à disposição de qualquer utilizador. "(...) estamos entusiasmados em partilhar que o YouTube Shorts está a tornar-se global. Estamos a começar a disponibilizar a nossa versão beta em mais de 100 países em todo o mundo onde o YouTube está disponível, incluindo Portugal."

Vídeos curtos (e verticais) focados no entretenimento

Os YouTube Shorts são a adaptação da Google do formato popularizado pelo TikTok. Focando-se em vídeos de curta duração, com várias opções criativas, desde música a filtros interativos, não faltará oportunidade para diversão com esta "novidade".

Por outro lado, a integração do Shorts no ecossistema do YouTube é fundamental para a manutenção do seu crescimento. Urge adaptar toda e qualquer plataforma às preferências do público se o intuito for aumentar a base de utilizadores / consumidores.

Mais ainda, o próprio YouTube diz estar empenhado em trazer mais ferramentas para os utilizadores. Também poderá colocar links rápidos tal como no Instagram, as ligações para outras páginas que já temos nos Stories de algumas contas.

Os criadores de conteúdo têm já várias ferramentas disponíveis no Shorts

Segundo a plataforma, os utilizadores terão também a capacidade de usar excertos de áudio de vídeos no YouTube. Além disso, conta com uma câmara multi segmento para encadear vários videoclipes, a capacidade de gravar com música, configurações de controlo de velocidade e não só.

Entre as funções disponíveis no Shorts o YouTube destaca as seguintes:

  • Adicionar texto a pontos específicos no vídeo
  • Excertos de áudio de outros Shorts para remisturar na própria criação
  • Acrescentar automaticamente legendas ao Short
  • Gravar até 60 segundos com a câmara do Shorts
  • Acrescentar clips da galeria do telefone para adicionar às gravações feitas com a câmara Shorts.
  • Adicionar filtros básicos para corrigir a cor dos shorts, com mais efeitos a serem disponibilizados futuramente.

É um grande esforço por parte do YouTube para assimilar o formato, espírito e ferramentas do TikTok. Enquanto isso, o TikTok explora formatos mais similares aos que vemos no YouTube com conteúdos de longa duração - no caso do TikTok com vídeos de 3 minutos.

Com efeito, o TikTok triplicaria recentemente a duração máxima dos seus vídeos, de 1 para 3 minutos. Ao mesmo tempo, procura estar presente em plataformas como a Android TV e Fire TV de modo a espalhar de forma mais eficaz os seus conteúdos.

Será este o novo formato a ganhar popularidade face ao TikTok ou será um novo IGTV?

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.