Home Android

Xiaomi lança a Xiao Ai, a sua concorrente à Google Assistant

Um serviço claramente direcionado para o mercado chinês.

Xiao Ai Xiaomi Google Assistant
Chegou a Xiao Ai, a Inteligência Artificial da Xiaomi

O mercado as Inteligências Artificiais começa a ser cada vez mais feroz e capaz. São cada vez mais as empresas que apostam neste tipo de tecnologia que representa um futuro idílico. Atualmente temos uma Google e a sua Google Assistant a liderar este mercado. Mas agora temos uma nova proposta, lançada pela Xiaomi, e que dá pelo nome de Xiao Ai.

Sim, tal como a Amazon, Samsung, Microsoft ou Apple também a chinesa Xiaomi decidiu lançar-se no mercado das Inteligências Artificiais. Com uma alargada panóplia de equipamentos no seu portefólio, parece quase natural que a empresa tenha lançado uma tecnologia que permita criar um ecossistema mais coeso entre os seus produtos.

Vê ainda: Nokia 9: Especificações do smartphone são boas demais para ser verdade

Aliás, é isso mesmo que procuramos numa Inteligência Artificial. Uma integração entre serviços e dispositivos que facilitem o nosso quotidiano. A criação de uma casa inteligente está nas raízes deste tipo de tecnologia.

É isso mesmo que também a Xiaomi pretende fazer com a sua Xiao Ai. Apresentada com um simples vídeo no Youtube (que poderá ver no final do artigo) vemos um serviço que interage com outros da mesma marca. É impossível não nos ficar gravado na memória a  interação da Xiao Ai com o Mi Robot Vacuum.

Esta AI é ainda capaz de realizar tarefas como a definição de alarmes, consulta da previsão meteorológica, tradução de menus, envio de mensagens, tirar fotos e outros. Todo um conjunto de serviços que a Google Assistant, e semelhantes, também nos oferecem.

Xiaomi inspirou-se claramente na Google Assistant para o desenvolvimento da Xiao Ai

Mas não é só no conjunto das suas potencialidades que esta Xiao Ai nos faz lembrar o produto da Google. Até o seu símbolo, aquelas barras coloridas quando interagimos com ela, são semelhantes às da Assistant.

Escusado será dizer que este é um produto com grande foco no mercado chinês. Isso é prontamente notório pelo suporte ao mandarim, logo, se quiseres utilizar a Xiao Ai terás de ter conhecimentos acima da média no idioma. Algo que não estará ao alcance de qualquer um.

Aliás, no vídeo de apresentação a Xiaomi não faz qualquer menção ao suporte do Inglês, pelo menos. Dado que nos indica que a disponibilização deste serviço no ocidente ainda não esteja nos planos da empresa.

Assim sendo, o lançamento do Xiao Ai deve ser visto como uma jogada de antecipação aos concorrentes caseiros da Xiaomi. Fala-se que a Huawei poderá enveredar pelo mesmo caminho mas, neste momento, já se encontra atrás da empresa de Lei Jun. Mais ainda, no resto do mundo temos já vários ecossistemas construídos em torno da Google Assistant ou Alexa.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Android. HTC U12+ deverá ser apresentado em maio

OnePlus 6 chega já em abril, eis o que esperar deste smartphone Android

Aplicação que espia o teu WhatsApp foi retirada da Google Play Store

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.