Xiaomi remove carregador da caixa nos smartphones Xiaomi Redmi

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi deu recentemente a conhecer um novo modelo acessível lançado ao abrigo da sua gama Xiaomi Redmi. Em causa está o modelo Xiaomi Redmi Note 11 SE apresentado ontem para o mercado da Índia. É, para todos os efeitos, um smartphone com boa relação qualidade / preço como, aliás, a marca de Lei Jun já nos habituou.

Porém, há um detalhe que se afigura preocupante para quem via na Xiaomi um exemplo na entrega de mais valor ao consumidor em cada produto. Isto porque independentemente do preço do smartphone ou tablet em questão, o mesmo vinha acompanhado dos acessórios essenciais. Sobretudo nos seus smartphones, com capa em plástico TPU, película no ecrã e carregador incluído.

Será o ponto de viragem no seio da Xiaomi? Sem carregadores na caixa?

Xiaomi Redmi Note 11 SE
Listagem de componentes incluídos na caixa do Xiaomi Redmi Note 11 SE

A listagem dos componentes refere o smartphone Redmi Note 11 SE, cabo USB do Tipo C, pino de ejeção do tabuleiro para cartão SIM, capa de proteção (TPU), manuais de iniciação rápida e cartão de garantia.

Ou seja, não está incluído neste novo smartphone qualidade / preço um carregador / adaptador USB. Esta mesma listagem pode ser consultada na página oficial da fabricante chinesa para o modelo em questão.

Face ao exposto, estas serão as condições em que este smartphone em concreto chegará aos mercados. Ou seja, caso um dos próximos lançamentos siga a mesma fórmula, podemos tomar este exemplo como precedente vinculativo.

Até ao momento a Xiaomi vendeu sempre os seus smartphones com um carregador incluído na caixa. Por outro lado, pode ser dito que este modelo é específico para o mercado da Índia, algo que carece de confirmação.

Próximos smartphones Xiaomi chegarão sem carregador na caixa

Aberto este precedente, é provável que os próximos dispositivos móveis de gama baixa e gama média também cheguem ao mercado sem carregador incluído. Resta saber, contudo, se a fabricante aplicará esta decisão aos smartphones de gama alta, ou se o fará em todos os mercados / regiões.

Teremos que aguardar pela confirmação da fabricante chinesa que, infelizmente para o consumidor, pode seguir novamente o exemplo da Apple e da Samsung. Os próximos lançamentos da marca serão igualmente reveladores nesse sentido.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com