Xiaomi Redmi Note 7 encontrou um concorrente à altura com o Realme 3

António Guimarães

O Realme 3 foi finalmente anunciado com um design e hardware mais contemporâneos. Este será um upgrade em relação aos Realmente 1 e 2, respectivamente.

No entanto a fabricante chinesa tem muita competição para se preocupar. O mercado chinês é vasto e composto por várias marcas. Podemos afirmar que a concorrência direta deste Realme 3 seria o Redmi Note 7 da Xiaomi.

Portanto o Realme 3 virá com o processador da MediaTek Helio P70, um upgrade aos anteriores Realme 1 e 2, respectivamente. A performance deverá superior, nesse sentido.

O Realme 3 e o Redmi Note 7 são ambos equipamentos com boa relação qualidade/preço

Primeiramente, o Realme 3 apresenta-nos um ecrã HD+ de 6.2 polegadas com uma pequena notch em forma de gota. O mesmo exibe a protecção Gorila Glass 3, o que é sempre bem-vinda.

No departamento fotográfico temos duas câmaras traseira de 13MP e 2MP, respectivamente. Mas a Realme não espera que os megapixéis façam milagres mas sim o software incluído.

Estas lentes serão auxiliadas pelo Nightscape e o Chroma Boost. Supostamente estas são duas funções de software que ajudam a melhorar as fotografias nocturnas e no geral a qualidade da fotografia. O Chroma Boost inclusive irá melhorar o alcance dinâmico, cores e redução de ruído.

A câmara frontal é um sensor de 13MP com suporte de desbloqueio facial, algo que está nas tendências do mundo dos smartphones. Contudo, continuamos a ter um sensor biométrico na traseira.

Posteriormente o Realme 3 possui uma bateria acima da média de 4230 mAh. No entanto, não suporta qualquer tipo de carregamento rápido, o que é compreensível nesta gama de preços.

O Realme 3 virá em três cores distintas. Os preços parecem rondar os 110 euros para a versão base 3GB/32GB. No entanto existe uma versão de 4GB/64GB com uma etiqueta de 135 euros.

Em comparação o Xiaomi Note 7 possui um painel de resolução Full HD+ com Gorilla Glass 5. Temos uma configuração de dupla lente de 48MP + 5MP com 13MP na frontal.

Assim sendo existe também a opção entre duas configurações de memória RAM e armazenamento interno. Contudo, a bateria do Redmi Note 7 suporta 18W em carregamento rápido.

Em suma, temos de perceber que existe uma diferença de valores entre os equipamentos visto que o Redmi Note 7 quase chega aos 300€ na sua versão mais completa. No entanto, mantendo o preço bem abaixo dos 200€, o Realme 3 oferece opção bastante interessante.

Editores 4gnews recomendam:

OnePlus 7: Imagem real revela-nos a câmara Pop-up do smartphone

Huawei quer levar as câmaras slide para os seus gama média

Opinião: o grande problema dos smartphones dobráveis

Fonte

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.