Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Xiaomi Redmi Note 11 Pro+ à venda mais barato que em Portugal

Bruno Coelho

O Redmi Note 11 Pro+ 5G é o smartphone mais poderoso lançado na linha Redmi Note em 2022. Acaba de chegar ao mercado, e tem argumentos para conquistar muitos utilizadores que procuram um gama-média com várias características premium.

Na sua versão de 8 GB + 128 GB, o terminal chegou a Portugal por um preço ‘puxado’ de 479 €. Mas na sua versão de 6 GB + 128 GB, é possível adquiri-lo na Amazon de Espanha por apenas 349 €. Isto significa que tens uma poupança de 130 € face aos valores praticados por cá.

Sabe mais sobre preços e envios do Redmi Note 11 Pro+ 5G

xiaomi

Redmi Note 11 Pro+ tem carregamento Hyper Charge de 120 W

O Redmi Note 11 Pro+ destaca-se por trazer carregamento Hyper Charge de 120 W. Com uma bateria incorporada de 4500 mAh, isto significa que podes carregar o teu novo smartphone em apenas 15 minutos no modo Boost, com o carregador incluído na caixa.

Encontra-se equipado com um ecrã AMOLED de 6,67 polegadas, com resolução Full HD+ e taxa de atualização de 120 Hz. A taxa de amostragem ao toque é de 360 Hz. Conta com altifalantes estéreo duplos desenvolvidos pela JBL para um áudio superior.

Na fotografia, podes contar com uma câmara principal de 108 MP com modo noturno. Esta vem acompanhada por uma lente ultrawide de 8 MP, e uma lente macro de 2 MP. A câmara frontal colocada num punch-hole central é de 16 MP.

O Redmi Note 11 Pro+ é comandado pelo processador MediaTek Dimension 920, com desempenho de qualidade e conectividade 5G. Junta-se-lhe Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2, NFC, sensor de impressões digitais na lateral e entrada para jack 3,5 mm.

Sabe mais sobre preços e envios do Redmi Note 11 Pro+ 5G

Caso tenhas dúvidas de como comprar na Amazon de Espanha, consulta o nosso artigo dedicado.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.