Xiaomi pode introduzir função incrível nos seus smartphones baratos

Rui Bacelar
Comentar

A Xiaomi é a marca de referência no que concerne a smartphones baratos, telemóveis qualidade / preço e produto com ótima relação custo / benefício. Todavia, com a concorrência a aumentar, a tecnológica chinesa pode introduzir algo incrível nos seus dispositivos móveis de gama média, um excelente trunfo para os ecrãs.

Mais concretamente, e de acordo com uma nova fuga de informação, a tecnologia de ecrãs AMOLED LTPO com taxa de atualização variável de 1 Hz até, por exemplo, 120 Hz, pode chegar à gama média da Xiaomi. É algo surpreendente uma vez que ainda em 2020 e 2021 esta tecnologia era exclusiva dos smartphones topo de gama premium mais caros do mercado.

Ecrãs LTPO AMOLED para os smartphones Xiaomi, Redmi e POCO

A tecnologia LTPO AMOLED é empregue nos melhores smartphones para garantir uma alta taxa de atualização da imagem, proporcionando movimentos e animações mais fluídas, sem comprometer (tanto) a autonomia de bateria do dispositivo móvel.

Isto é possível graças à taxa variável de atualização de ecrã. Mais concretamente, consoante o conteúdo a ser apresentado no ecrã, o painel ajusta automaticamente a sua taxa de atualização. Assim, por exemplo, para texto fixo a taxa de atualização pode baixar para até 1 Hz. Todavia, para filmes, jogos e animações este valor pode subir, de imediato, para 120 Hz, ou outro limite.

Trata-se, portanto, da forma mais eficaz de equilibrar uma ótima experiência visual de consumo de multimédia e entretenimento, com a gestão eficiente da energia. É, sem dúvida, o padrão a procurar num novo smartphone com display AMOLED em 2022.

Taxa de atualização variável para poupança de energia em ecrãs AMOLED

AMOLED panels are finally going to once again be a common thing for smartphones under Rs 15,000.

— Mukul Sharma (@stufflistings) 27 de junho de 2022

Esta possibilidade foi avançada pelo leaker Digital Chat Station através da rede social chinesa Weibo. Note-se que esta é uma fonte com sólida credibilidade no mercado, fornecendo relatórios e previsões precisas sobre a indústria dos dispositivos móveis.

Mais concretamente, o leaker sugere que o próximo smartphone de gama média da Xiaomi, possivelmente o Xiaomi 12 Lite, terá esta tecnologia de taxa de atualização variável de 1 Hz até 120 Hz. Terá ainda DC dimming para ajustar localmente estes valores.

AMOLED E5 panel with QHD+ resolution and support for LTPO 2.0 technology. The latter will ensure the operation of an adaptive scan frequency within 120 Hz. The maximum brightness of the screen will be 1700 nits. Xiaomi 12 Ultra will be built on the current Snapdragon 8+ Gen 1

— Yaroslav Gavrilov  (@appletester_rus) 22 de junho de 2022

Importa frisar que a Xiaomi continuará a usar esta tecnologia de ecrã nos seus modelos mais caros. A propósito, vemos o testemunho do leaker Yaroslav Gavrilov, colocando acima algumas das caraterísticas esperadas para o Xiaomi 12S Ultra.

Atualmente, contudo, não existe um smartphone de gama média no mercado com este trunfo. Todavia, a Xiaomi pode ser a primeira a democratizar este trunfo até então reservado para os mais caros smartphones do mercado. Note-se que esta mesma tecnológica é usada, por exemplo, nos ecrãs ProMotion dos iPhone 13 Pro e nem os iPhone 13 (modelos base) dispõem desta tecnologia.

Por fim, temos relatos que colocam a chegada do Xiaomi 12 Lite, ou a próxima geração dos Xiaomi CIVI (exclusivos da China) durante o último trimestre de 2022.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. Ocupa-se com as novidades de tecnologia na 4gnews. Email: ruifbacelar@gmail.com