Ao efetuar uma compra através dos links deste artigo, o 4gnews pode ganhar uma comissão. Conheça o nosso processo de seleção de produtos.

Xiaomi POCO M3: atenção a este 'segredo' antes de comprar

Bruno Coelho
Comentar

Na última semana, a agora marca independente da Xiaomi lançou o POCO M3. O novo smartphone destina-se ao segmento de gama-baixa, e tem um 'segredo' que deves ter em atenção antes de comprar.

Xiaomi POCO M3 tem memória UFS 2.1 no modelo de 64GB e UFS 2.2 no de 128GB

O POCO M3 tem 4GB de RAM, e as suas duas variantes dividem-se entre 64GB e 128GB de armazenamento. No entanto, o modelo mais modesto tem memória do tipo UFS 2.1, enquanto o de 128GB tem UFS 2.2.

https://www.poco.net/global/poco-m3/specs/
Especificações do POCO M3. Crédito: POCO

Isto significa, como refere o Xiaomist, que este tem “Write Booster”. Como o próprio nome indica, esta funcionalidade permite que o equipamento obtenha melhores velocidades de escrita.

Onde vais sentir melhorias com o UFS 2.2 no Xiaomi POCO M3

Na prática, as aplicações e os jogos vão ser executados de maneira mais rápida. E por apenas mais 20€, esta é uma diferença que será significativa, principalmente no que diz respeito a longevidade do seu desempenho.

POCO M3

Recorde-se que o POCO M3 tem um preço base apontado de 149€ para versão de 64GB, e de 169€ para a versão de 128GB. Contudo, a versão de 128GB encontra-se em pré-venda por tempo limitado na Amazon de Espanha por 149€.

O POCO M3 é um verdadeiro ‘monstrinho’ para o segmento de gama-baixa. Tem um ecrã Full HD+, uma poderosa bateria de 6000mAh e conta com altifalantes estéreo. O seu processador é o Snapdragon 662. Será o telefone ideal para quem compra o primeiro smartphone, quer gastar pouco ou quer um equipamento secundário que não o deixe 'na mão' em relação à bateria.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.