Xiaomi POCO C31 é oficial: smartphone barato para quem quer o básico

Bruno Coelho
Comentar

Tal como prometido, esta manhã a POCO apresentou o seu novo smartphone. A marca independente da Xiaomi divulgou todos os detalhes do novo equipamento na Índia, que certamente fará sucesso junto de quem quer um smartphone para realizar tarefas básicas.

Para começar, este equipamento é comandado pelo processador MediaTek Helio G35. Este é o mesmo processador que equipava o seu antecessor, o POCO C3. A acompanhá-lo estão 3 GB ou 4 GB de RAM, e 32 GB ou 64 GB de armazenamento interno.

Xiaomi POCO C31 disponível em azul e cinzento
Xiaomi POCO C31 disponível em azul e cinzento

Podes esperar um ecrã IPS LCD de 6,53” polegadas com resolução HD+. Neste encontramos uma câmara frontal de 5MP. Na parte de trás está uma câmara principal de 13MP, acompanhada dos já clássicos sensores macro e de profundidade de 2MP.

POCO C31 promete "experiência limpa" sem anúncios na interface

Um dos pormenores deste smartphone é que chega com “POCO Clean Experience”. Segundo a marca, é um launcher personalizado, minimalista e sem os habituais anúncios. Além disso, não descura as habituais personalizações.

O que a POCO também não descura é a bateria. Conta com 5000mAh de capacidade, e velocidade de carregamento até 10W. Um pormenor importante é o espaço para três cartões, dois SIM e um microSD de até 512 GB.

Principais detalhes do Xiaomi POCO C31
Principais detalhes do Xiaomi POCO C31

Embora seja um equipamento de gama baixa, não deixa de ter duas boas possibilidades de desbloqueio. Além de ter sensor de impressões digitais na traseira, conta ainda com desbloqueio facial.

O preço é a melhor parte do POCO C31. É lançado na Índia a 2 de outubro pelo equivalente a 99 €, mas a 93 € durante a campanha de lançamento na versão de 3 GB + 32 GB. A variante de 4 GB + 64 GB custará 110 €, mas estará a 105 € durante os primeiros dias de vendas.

Por enquanto não existem dados sobre um possível lançamento global.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.