Xiaomi: o fim da MIUI Beta está a causar revolta entre os utilizadores

Vitor Urbano
2 comentários

A Xiaomi lançou a sua interface — MIUI — há quase 10 anos, e desde então que o programa de testes tem vindo a tornar-se cada vez mais popular entre os utilizadores. Especialmente desde a sua grande expansão para os vários mercados europeus, as ROMs MIUI Beta têm apresentado cada vez mais utilizadores ativos.

No entanto, foi anunciado através do seu fórum oficial que, a partir do dia 1 de julho, não irá ser lançada mais nenhuma atualização para a MIUI Beta. Ao que tudo indica, esta decisão vai afetar todos os smartphones da Xiaomi, à exceção dos que são Android One e Android Go.

Fãs começam a revoltar-se contra a Xiaomi

Como seria de esperar, os fãs da marca não receberam esta notícia da melhor forma. Não demorou muito tempo para que centenas de utilizadores demonstrassem o seu desagrado. Enquanto muito apenas se limitaram a "agradecer pela informação", outros lançaram inúmeras acusações à Xiaomi, ameaçando mesmo deixar de utilizar os seus smartphones.

Curiosamente, foram muitos os utilizadores que afirmam utilizar apenas as versões experimentais da MIUI, porque se apresentam mais estáveis que as ditas 'versões estáveis'. Além disso, chegam ainda com as mais recentes funcionalidades.

Xiaomi Forum

Motivos que levaram ao cancelamento da MIUI Beta

Garantidamente, a Xiaomi tem perfeita noção da grande polémica que esta decisão irá gerar entre os seus fãs. No entanto, as justificações apresentadas acabam por explicar de forma aceitável os "porquês" desta decisão.

De uma forma muito simplificada, a Xiaomi revelou que a vasta maioria dos utilizadores estavam a utilizar a MIUI Beta de forma incorreta, não servindo o propósito para o qual foi criada.

Especialmente com o grande crescimento da marca e com as dezenas de smartphones lançados no mercado, o rácio de utilizadores ativos e feedback recebido baixou consideravelmente. A Xiaomi revelou que grande parte dos utilizadores utiliza a MIUI Beta como sistema operativo primário no seu smartphone diário e que raramente partilham o seu feedback com a equipa de developers.

Além disso, a grande popularidade das MIUI Beta, acabou por fazer com que a equipa de developers se visse obrigada a desenvolver dois sistemas operativos em simultâneo.

Quais as consequências desta decisão?

A Xiaomi afirma que ao cancelar a MIUI Beta a partir do dia 1 de julho, vai permitir que a sua equipa de developers se concentre quase exclusivamente à versão estável da sua interface. Desta forma, irão conseguir disponibilizar atualizações com muito maior frequência.

Além disso, é também provável que vejamos novas funcionalidades chegarem à "versão estável" muito mais rápido, uma vez que não irão passar pela versão de testes. No entanto, a marca não se comprometeu com linhas temporais para o lançamento destas atualizações.

Ainda assim, seria interessante ver as atualizações da MIUI 'estável' chegarem pelo menos uma vez por mês, como acontece com a MIUI Beta.

Editores 4gnews recomendam:

2 comentários
Vitor Urbano
Vitor Urbano
Sempre de mão-dada esteve a tecnologia, o desporto e o mundo gaming. Por isso, se não estiver a escrever sobre o que de novo há no mundo da tecnologia, o mais provável é estar a jogar uma partida de Ultimate Team no FIFA 19.