Xiaomi Mi6
Os novos “renders” do Xiaomi Mi6

Os rumores acerca do Xiaomi Mi6 têm aparecido praticamente todos os dias. Focam-se sobretudo nas suas novas especificações e novidades. 

Na última semana vimos que este novo topo de gama poderá vir com três versões a nível do seu processador. Uma com Qualcomm Snapdragon 821, Snapdragon 835 e ainda outra com MediaTek Helio X30. Uma aposta ousada e talvez faça sentido, dada a questão da falta de stock, já aqui relatada, do Qualcomm Snapdragon 835.

Quanto à aquilo que será o aspecto do Xiaomi Mi6, muito se tem também especulado. Os renders, ou protótipos que surgem mostram um equipamento bastante parecido ao Xiaomi Mi5s.

   

As novidades do Xiaomi Mi6

De destacar que na parte frontal do Xiaomi Mi6, deixamos de ver o logo Mi no canto superior esquerdo, como era habitual no Xiaomi Mi5. Os bezels, esses sim, podiam ser mais pequenos. Na traseira, em vez de uma câmara, contamos com duas, acompanhada do flash LED. E esta sim, é a maior novidade deste equipamento, na captura de imagens.

Xiaomi Mi6

Conforme podemos verificar pela imagem acima, a grande novidade deste Xiaomi Mi6, será a certificação que lhe permite ser resistente à agua. E para surpresas de muitos, a remoção da entrada de audio do equipamento, a tão famosa entrada jack de 3.5mm.

A ser confirmado este rumor, a Xiaomi não será a primeira fabricante a dispensar esta funcionalidade dos seus equipamentos. Em 2016, a LeEco fez o mesmo.

No entanto, outros valores se elevam nesta questão. Estarão os usuários da Xiaomi dispostos a comprar um equipamento sem entrada para headphones? É certo que a tendência para o ano de 2017 são os dongles, os acessórios extra. Um pouco ao estilo que a Apple quer impor. Mas nos Android, a banda toca de maneira diferente. E esta decisão pode ser mesmo um tiro no pé.

Não vemos outras fabricantes com mais impacto a nível mundial, como a Samsung, a Huawei ou até mesmo a LG, a seguir este caminho.

Eu, enquanto amante, fanboy e dieharder da Xiaomi, não vejo esta remoção viável. Poucas são as pessoas que estão dispostas a comprar um par de headphones com tecnologia bluetooth para ser compativel com o Xiaomi Mi6.

Vê também: Nvidia: disponível atualização do driver para a tua placa gráfica

É sempre bom recordar que o ano de 2016 não foi tão bom para a Xiaomi quanto ela desejaria. Marcas como Huawei, OPPO e Vivo, registaram mais vendas, e não seguiram tendências impostas por outras marcas. Invés disso, ofereceram aquilo que as pessoas querem. Autonomia, capacidade de processamento, e uma boa câmara.

No caso da certificação IP68 que torna o Xiaomi Mi6 resistente à agua, é também uma surpresa. O CEO da Xiaomi em declarações no ano passado, afirmou que não havia razão plausível em fabricar equipamentos com essa característica. Tudo porque a protecção a longo prazo irá sempre se deteriorar, e os custos de produção irão aumentar. Algo que talvez não caia bem na filosofia da marca.

Outros assuntos relevantes

Estes são os earphones AKG que acompanharão o Samsung Galaxy S8

Moto X Style começa a testar o Android 7.0 no Brasil

Xiaomi Mi6 trará processador de topo e 6GB de RAM