Xiaomi Mi Band 4 é oficial! Aqui estão os detalhes da nova pulseira de 25€!

Filipe Alves
4 comentários

Finalmente a Xiaomi Mi Band 4 é oficial. Os rumores eram muitos e as últimas imagens não mentiram. A nova smartband traz-nos aquilo que tanto queríamos. Temos uma smartband de qualidade, idêntica às antecessores e com um preço apelativo que começa nos 25€.

Lembro que o valor é sempre ligeiramente superior no seu lançamento. Isto é, até que a marca traga o gadget para a Europa de forma oficial, é provável que o vás encontrar a um preço ligeiramente superior. Tens ainda de ter em conta que a pulseira está ainda com o software em chinês. Chegará mais tarde em inglês e só depois em português. Ou seja, se não gostas de andar a trocar softwares e teres bugs de incompatibilidade, nada melhor do que esperar.

Xiaomi Mi Band 4

Características da Xiaomi Mi Band 4

  • Ecrã a cores tátil com 0.95" polegadas
  • Ecrã com 2.5D resistente a riscos
  • Resistente à água até 50 metros
  • Assistente de voz (apenas em chinês para já)
  • 6 sensores de movimento que nos dão mais detalhes na movimentação do corpo
  • Player para controlar música de forma nativa
  • Sensor de batimentos cardíacos
  • Medidor de passos dados
  • Medidor de distância percorrida
  • Medidor de calorias perdidas
  • Medidor de natação com precisão
  • NFC (poucas funcionalidades fora da China e apenas numa variante)
  • Conexão com Android e iOS
  • Todas as notificações na smartband
  • Bateria para mais de 15 dias
  • Design ergonómico
  • Possibilidade de mudar de pulseiras
  • Preço a rondar os 25€ no lançamento para a normal e 35€ para a versão com NFC

As grandes diferenças da Mi Band 4 para a Mi Band 3

Xiaomi Mi Band 4

Ainda que ao longe não se veja grandes diferenças, a Mi Band 4 conta com algumas. A nova smartband da Xiaomi tem mais um ano de desenvolvimento e vemos isso nas evoluções que foram realizadas.

  • Ecrã a cores
  • Ecrã ligeiramente maior (39.9% maior)
  • Sem necessidade de retirar da pulseira para carregar o gadget

Poderás trocar de pulseiras de forma simples e barata!

Xiaomi Mi Band 4

Uma das grandes vantagens deste smartband (e antecessoras) é que fica barato teres a possibilidade de trocar de pulseiras de forma simples, rápida e, acima de tudo, barata. Não faltarão fabricantes a vender pulseiras para o gadget a preço da chuva. Ademais, trocar de pulseira é tão simples quanto tirares o "pequeno grão de arroz" (gadget) e colocares numa outra pulseira. Ou seja, podes ter uma cor para cada outfit.

Quando chegará a Xiaomi Mi Band 4 ao mercado

Xiaomi Mi Band 4

Na China a pulseira já começou a sua jornada das lojas para o pulso dos consumidores, contudo, na Europa e Brasil vamos ter de esperar um pouco mais. Principalmente se quiseres a versão com português. Volto a referir, a pulseira chegará primeiro com o software em chinês, só mais tarde em inglês e português. Como é habitual os locais de venda primários da pulseira serão os websites oriundos da China, a Amazon e mais tarde as lojas físicas em Portugal. A loja física da Xiaomi no Porto deverá ter prioridade no lançamento.

Com NFC ou sem NFC?

A pulseira, tal como se suspeitava, chegou em duas versões. Uma delas com NFC outra sem. Se vives em Portugal, não me parece que a versão com NFC seja importante. Pelo menos para já. Os pagamentos sem fios são a prioridade e Portugal ainda não está assim tão avançado. Ainda assim, vê ao detalhe para que serve o NFC da Mi Band 4 neste artigo.

Vale a pena comprar a nova versão?

Xiaomi Mi Band 4

A questão é sempre a mesma. Será que vale a pena comprar a nova versão ou a anterior. Na verdade, vai depender de quão nerd és. A Xiaomi Mi Band 4 não tem nada de super irreverente. Tens ainda de ter em conta que ainda vai demorar um mês (ou ligeiramente mais) até que a versão em português esteja à venda.

Ou seja, se queres agora uma smartband, vai para a Mi Band 3. É um gadget barato e sem compromissos. Se queres ter a última tecnologia no pulso, espera mais um pouco.

Em suma, estou seriamente entusiasmado para ver a nova smartband no mercado. Acredito que a pulseira continuará o legado dos modelos anteriores e mal vejo a hora de a ver no meu pulso.

Editores 4gnews recomendam:

4 comentários
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.