Xiaomi pergunta aos utilizadores o que melhoravam na MIUI e dá-se mal!

Filipe Alves

A Xiaomi saltou à rede Weibo para perguntar aos utilizadores o que gostariam de ver melhorado na MIUI, o seu User Interface. A MIUI é amada por muitos, porém, não é perfeita. Principalmente para utilizadores com ROM's destinadas para a China.

A resposta não demorou muito tempo e utilizadores foram desabafar um dos maiores problemas da MIUI. As publicidades! Exatamente, se comprares um smartphone da Xiaomi com uma ROM chinesa a probabilidade de teres publicidade é grande.

Xiaomi Mi Mix 2S

Publicidades nos temas, publicidades nas definições, em cada App que instalamos ou até nas pastas. Aliás, já me deparei com publicidades no ecrã de desbloqueio. Esta é uma das formas que a marca tem em fazer dinheiro.

Publicidades são um problema na MIUI da Xiaomi

Visto que os seus smartphones oferecem um preço baixo, é compreensível que instalem publicidade na MIUI, porém, não fazia mal ter uma opção de remoção de publicidade com um pequeno valor "premium".

Xiaomi Mi 9 com MIUI 10

O executivo da Xiaomi viu-se entre a espada e a parede e pouco soube garantir face a esta situação. Referiu que a marca vai olhar de forma atenta para as publicidades, contudo, não garantiu datas nem resoluções para a situação.

A Xiaomi tem dos melhores smartphones do mercado com um preço impossível de ficar indiferente. Porém, os smartphones que não tragam ROM Global tem alguns entraves. Primeiramente pela falta de Apps da Google, como a Google Play Store e Youtube, depois pela publicidade que é introduzida na ROM. Além disso, poucas línguas oferece para além do Mandarim e Inglês.

A Xiaomi precisa de olhar seriamente para o seu User Interface. A marca já conseguiu provar que merece destaque no hardware, todavia, continua a falhar naquilo que fez a empresa crescer. O seu software.

Editores 4gnews recomendam:

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.