Xiaomi lança power bank com carregamento impressionante a preço de amigo

Bruno Coelho
205 comentários

A Xiaomi é bem mais que empresa que fabrica smartphones. Produtos como as suas baterias portáteis (power bank) vendem milhões em todo o mundo, e a fabricante chinesa acaba de lançar um novo modelo.

Chama-se Mi Power Bank Hypersonic, e destaca-se não só pela capacidade de 20000mAh como pela possibilidade de carregar o teu smartphone até 50W. Além disso, se tiveres um computador portátil que carregue via USB-C esta consegue alimentá-lo em até 45W.

Xiaomi Mi Power Bank Hypersonic

São características muito sugestivas, que a tornam um produto apetecível para quem tem smartphones com carregamento por fio muito rápido. Desde forma também podes desfrutar dessas mesmas velocidades de carregamento em qualquer lado, com esta power bank.

Xiaomi Mi Power Bank Hypersonic pode ser recarregada em apenas 3 horas e 50 minutos

Ao nível das ligações, podes esperar o essencial. Terás duas portas USB-A e uma porta USB-C disponíveis. Um bom pormenor é que esta power bank pode ser recarregada a uma potência máxima de 45W.

Xiaomi Mi Power Bank Hypersonic

Com um acabamento mate, esta power bank promete não ser um íman de dedadas. Como referência, promete carregar um Mi 11i (smartphone) em 1 hora e 5 minutos, ou um Lenovo L480 em 2 horas e 27 minutos (computador portátil). A própria power bank 20000mAh recarrega-se dos zero aos 100% em 3 horas e 50 minutos.

Esta conta com 15,35 cm de comprimento, 7,35 cm de largura e 2,75 cm espessura. Além da própria power bank, vais encontrar um cabo USB-C e o manual de instruções na caixa.

Xiaomi Mi Power Bank Hypersonic

Preços e disponibilidade da Xiaomi Mi Power Bank Hypersonic

Uma das boas qualidades desta power bank é o seu preço. Foi lançada primeiramente na Índia em formato de crowdfunding por 40 € (3499 rúpias). Em breve devemos encontrá-la nas plataformas online habituais como o AliExpress.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.